quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Miguel Coelho destaca na Alepe que baixo volume do Lago de Sobradinho gera preocupação

Risco de colapso da barragem de Sobradinho: “Isso é apenas um alerta, por que a verdade é que não temos mais o que fazer”, disse o parlamentar. (Foto:Roberto Soares)

A crise hídrica que assola Petrolina e todo Nordeste, voltou a ser comentada pelo deputado Miguel Coelho (PSB), na Reunião Plenária desta quarta (7). O parlamentar destacou a situação do Lago de Sobradinho, localizado na região do Vale do São Francisco. Segundo o deputado, se nenhuma providência for tomada, até o dia 30 de novembro o reservatório poderá chegar ao volume morto.

“Isso é apenas um alerta, por que a verdade é que não temos mais o que fazer. Só espero que apareça uma solução, pois isso pode gerar perda de emprego e diminuição da renda dos pequenos produtores do Vale de São Francisco”, disse Coelho.

O parlamentar explicou que a Barragem de Sobradinho corresponde a 58% do abastecimento em todo Nordeste e, atualmente, opera com apenas 15%. Coelho informou que o Governo Federal autorizou o aumento de 400 para 500 metros cúbicos por segundo na vazão da Barragem de Três Marias, em Minas Gerais, para suprir a deficiência de Sobradinho. Mas, caso a obra da vazão não seja concluída no prazo, o impacto será principalmente nos pequenos produtores da região.

Alepe

Nenhum comentário:

Postar um comentário