Publicidade />

Comissão discute crise hídrica na Bacia do São Francisco


A Comissão Mista de Mudanças Climáticas discutiu nesta quarta-feira (7) a crise hídrica na Bacia do Rio São Francisco. A falta de água já ameaça produtores rurais que dependem de água captada nas barragens da região.

Segundo os participantes da audiência publica, a seca no Vale do São Francisco, sobretudo no biênio 2014-2015, está prejudicando os projetos de irrigação e ameaçando a atividade econômica da região. O Vale do São Francisco responde por 90% das exportações brasileiras de manga e uva de mesa.

De acordo com Luiz Casado, diretor da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), somente o Distrito de Irrigação Nilo Coelho, localizado em Petrolina, gera cerca de 60 mil empregos.

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), presidente da CMMC, anunciou medidas recentes do governo federal para amenizar a crise hídrica na Bacia do São Francisco.

Uma articulação da Casa Civil da Presidência da República com a Codevasf, a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), permitiu o aumento da vazão da barragem de Três Marias, localizada em Minas Gerais, para 500 metros por segundo. Essa medida, segundo ele, garante o abastecimento da região até novembro, quando as obras para a canalização da barragem de Sobradinho, na Bahia, devem ser finalizadas.

Agência Senado

Comentários

Publicidade