Publicidade

Jataúba: MPPE consegue na Justiça interditar Academia das Cidades após descarga elétrica em adolescente


A pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Justiça deferiu liminar determinando a imediata interdição da Academia das Cidades de Jataúba (Agreste Central), sendo o município o responsável pelo cumprimento e fiscalização da medida, devendo isolar toda a área com tapumes ou fitas, além de colocar vigilantes diuturnamente no local, até que se proceda à correção da rede elétrica. No dia 2 de outubro, um jovem de 14 anos faleceu após sofrer uma descarga elétrica por um dos postes de luz da Academia.

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) deverá realizar vistoria no local e confeccionar minucioso relatório sobre as condições da rede elétrica da Academia das Cidades, remetendo ao Juízo, em dez dias.

A vítima, Severino Higino Barbosa Neto, conhecido como Netinho, estava molhado da chuva quando se aproximou do poste. De acordo com a ação, elaborada pelo promotor de Justiça Henrique Ramos, o amigo Heleno Aleixo afirmou “que o poste no qual Netinho levou o choque estava com a fiação exposta na parte de baixo, o que acredita que deve ter gerado corrente elétrica na água que o colega pisou, uma vez que era a parte mais baixa na Academia e acumulava água do lado do poste”.

Ainda segundo a ação, as fotografias confirmam a declaração do amigo da vítima, de maneira que não resta dúvida quanto à existência de fios de energias expostos na Academia das Cidades, que não vem recebendo a devida manutenção, sobretudo na parte elétrica, colocando em risco outras vidas.

Segundo Henrique Ramos, em paralelo a essa medida, já foi instaurado um inquérito policial para apurar a responsabilidade da morte do adolescente.

MPPE

Comentários

Publicidade