quinta-feira, 9 de junho de 2016

Manifestantes contra impeachment fazem protestos em 19 Estados e no DF


Grupos contrários ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff promoveram protestos pelo Brasil na manhã desta terça-feira (10), véspera da votação no Senado.

Pelo menos 19 Estados registram atos (São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Santa Catarina,Rondônia, Ceará, Espírito Santo, Amazonas, Piauí, Pará, Maranhão, RioGrande do Norte, Mato Grosso do Sul e Sergipe), além do Distrito Federal.

Os manifestantes são ligados a grupos como a CUT (Central Única dos Trabalhadores), o MST (Movimento Sem Terra), MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens) e Frente Brasil Popular. Nos protestos, os participantes exibem faixas contra o vice-presidente Michel Temer e classificam o processo de impeachment como "golpe".
São Paulo

Em São Paulo, todos os protestos já tinham sido encerrados por voltas das 9h30. Mais cedo, os manifestantes ocuparam a pista expressa da marginal Pinheiros, na altura das pontes João Dias e do Morumbi.

Na marginal Tietê, sentido Castello Branco, houve bloqueio total em frente ao prédio dos Correios, entre as pontes Aricanduva e Tatuapé. A via foi liberada por volta das 8h30.

Já na avenida 23 de Maio, na altura do terminal Bandeira, o grupo colocou fogo em pneus. O Corpo de Bombeiros agiu rápido e apagou as chamas, liberando o trânsito na região por volta das 7h30. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego, o congestionamento pela manhã chegou a 100 km.

Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário