quarta-feira, 8 de junho de 2016

Histórias reais ajudam a prevenir crianças do envolvimento com drogas

Cerca de 50 alunos de Fisioterapia do UniCEUB compartilharão conhecimentos durante ação que terá a presença de ex-usuários. Objetivo é prevenir lesões e riscos à locomoção 

Momentos de sofrimento a serviço do bem. Depoimentos reais de usuários de drogas serão apresentados a estudantes da Escola Parque 304 Norte, com o objetivo de alertar para a prevenção dos perigos causados pelo uso dos entorpecentes, sejam eles ilícitos ou lícitos. A ação será realizada na própria escola pelos alunos do 5º semestre de Fisioterapia doUniCEUB – Centro Universitário de Brasília na quarta-feira, dia 8 de junho, a partir das 14h.

O grupo de cerca de 50 alunos do campus da Asa Norte irá ajudar na prevenção de dezenas de crianças a partir de 8 anos de idade, e o evento deve contar com a presença de mais de 300 jovens. Ações parecidas já levaram conhecimentos a respeito da prevenção de acidentes de trânsito e de violência contra a mulher.

A disciplina Fisioterapia Aplicada à Ortopedia e Traumatologia busca destacar as consequências do uso de drogas, bem como a violência associada, que gera sequelas no Aparelho Locomotor. Segundo o coordenador da pós-graduação em Fisioterapia Traumato-Ortopédica Funcional e Esportiva, professor Marcio Oliveira*, “são eventuais fraturas, luxações, espancamentos, assim como vários outros tipos de lesões. Apresentaremos dados científicos, estudos epidemiológicos e depoimentos para desenvolver atenção específica para a prevenção”.

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do DF, a apreensão de maconha entre janeiro e abril de 2016 teve um aumento de 83% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 1.937 kg, contra 1.060 no ano passado. Ecstasy, LSD e Lança Perfume tiveram apreensões com aumentos de 306%, 96% e 324%, respectivamente, nos mesmos períodos de comparação.

Durante a tarde do dia 08, dois vídeo-depoimentos serão apresentados, além dos relatos presenciais de dois indivíduos que enfrentaram ou enfrentam sequelas no Aparelho Locomotor ocasionado pelo uso de drogas. Além disso, alunos de Fisioterapia farão uma apresentação de teatro aos presentes para reforçar as lições.

No último dado, de 2014, o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas da Uniad – Unidade de Pesquisas em Álcool e Drogas, mostrou que, em relação ao uso de substâncias psicoativas, as drogas que mais preocupam são o álcool e o crack. Embora o cigarro ainda seja a substancia que mais mata os brasileiros, o seu consumo está em declínio, por uma série de políticas públicas corajosas. O álcool por sua vez é a droga que mais gera violência familiar e urbana, e que contribui com cerca de 10% para a toda a carga de doença no Brasil.

O professor chama atenção para a abordagem sobre as drogas ilícitas, tanto como para as lícitas. Segundo ele, “cocaína, crack e drogas sintéticas estão estatisticamente mais envolvidas com esses tipos de lesões”. As drogas sintéticas são aquelas produzidas a partir de uma ou várias substâncias químicas psicoativas que provocam alucinações por estimular ou deprimir o sistema nervoso central, como ecstasy, LSD e anfetaminas.

*Marcio Oliveira é coordenador da pós-graduação em Fisioterapia Traumato-Ortopédica Funcional e Esportiva, responsável técnico pelo Projeto de Atendimento em Fisioterapia e diretor esportivo da Associação dos Docentes de Ensino Superior do UniCEUB.
SERVIÇO

Ação Preventiva à Violência Associada ao Uso de Drogas
Iniciativa dos alunos do 5º semestre do curso de Fisioterapia do UniCEUB
Quando: Quarta-feira, 08 de junho, a partir das 14h
Onde: Escola Parque 304 Norte - Asa Norte
Entrada: O evento é gratuito e aberto ao público

Objetiva/UniCEUB

Nenhum comentário:

Postar um comentário