Publicidade

Humberto vai à Caixa e Integração Nacional para tratar de Pernambuco

Humberto Costa (à direita) e o ministro Occhi (Foto: Assessoria de Comunicação)

Projetos de Pernambuco ligados à Caixa Econômica Federal (CEF) e ao Ministério da Integração Nacional foram a pauta do encontro do líder do PT no Senado, Humberto Costa, com a presidenta do banco, Miriam Belchior, e o ministro Gilberto Occhi, nessa quarta-feira (08). O senador pediu um levantamento sobre obras e ações previstas e em andamentos, com a finalidade de definir prioridades do Governo Federal no Estado.

O líder do PT foi o primeiro parlamentar a ser recebido por Miriam Belchior desde que ela chegou à presidência da Caixa, em fevereiro passado. Humberto levou propostas de criação de novas agências do banco, como em Goiana, na Mata Norte; pediu empenho na negociação da folha de pagamento da Assembleia Legislativa; e solicitou uma atualização do processo referente aos prédios tipo caixão existentes na Região Metropolitana do Recife.

"A nova presidenta da Caixa ainda está fazendo uma ampla radiografia da instituição. Mas há um total empenho dela em dinamizar as atividades do banco e resolver as questões mais prioritárias em todos os Estados. Como ex-ministra do Planejamento, Miriam Belchior conhece muito bem as questões de Pernambuco, especialmente o problema dos prédios-caixão. Tenho certeza de que teremos boas novidades em breve", disse Humberto.

No Ministério da Integração Nacional, o líder do PT conversou por mais de uma hora com o ministro Gilberto Occhi, ambos debruçados sobre um mapa de Pernambuco. Trataram da questão de segurança hídrica, como ampliação do programa Água para Todos, distribuição de carros-pipa, construção de adutoras de montagem rápida e, principalmente, das obras de transposição do rio São Francisco.

Segundo o líder do PT, o ministro recebeu determinação direta da presidenta Dilma Rousseff para não parar, sob qualquer hipótese, a transposição. São R$ 150 milhões por mês investidos pelo Governo Federal para manter o ritmo das obras. "Até o fim do ano, teremos mais 57 quilômetros terminados e, no fim de 2016, toda a transposição estará concluída", afirmou Humberto.

Assessoria de Imprensa do Senador Humberto Costa

Comentários

Publicidade