sábado, 29 de junho de 2019

Acordo do Mercosul-União Europeia pode aumentar o PIB em até US$ 125 bilhões em 15 anos, diz Ministério da Economia


O acordo para a área de livre comércio entre os países do Mercosul e da União Europeia (UE), anunciado nesta sexta-feira (28), representará um aumento do PIB brasileiro de US$ 87,5 bilhões em 15 anos, podendo chegar a US$ 125 bilhões se consideradas a "redução das barreiras não-tarifárias e o incremento esperado na produtividade total dos dos fatores de produção". As projeções são do Ministério da Economia.

Segundo a área econômica, o aumento de investimentos no Brasil, nesse mesmo período de 15 anos, será da ordem de US$ 113 bilhões por conta do acordo comercial. "Com relação ao comércio bilateral, as exportações brasileiras para a UE apresentarão quase US$ 100 bilhões de ganhos até 2035", informou a pasta, em nota.

A negociação levou mais de 20 anos para ser concretizada e marca o fim do isolamento do Mercosul, avaliam analistas ouvidos pelo G1. O tratado é o mais ambicioso já feito pelo grupo de países sul-americanos.

O texto completo do acordo deverá ser divulgado neste final de semana. Também não foi definida a data de implantação – os termos precisam ser aprovados pelos congressos dos países.

Por Alexandro Martello, G1 — Brasília

'Um certo revanchismo às vezes reaparece', diz Moro sobre supostas mensagens


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro voltou a reagir à divulgação de supostas mensagens com integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato.

"Nas últimas três semanas, uma historia longa, conhecida, tenho sofrido vários ataques, achei que a Operação Lava Jato tivesse ficado para trás, estamos em uma nova fase. Mas há um certo revanchismo que às vezes reaparece", disse Moro.

O ex-juiz da Operação Lava Jato voltou a dizer que as mensagens "não têm demonstração de autenticidade".

"O que eu mais tenho ouvido das pessoas é que elas cumprimentam e o que eu mais ouvi é: não desista. Eu posso assegurar, não vamos desistir. Aceitei a missão que foi dada pelo presidente Bolsonaro, saí da magistratura, não foi uma decisão fácil. Foram 20 anos de magistratura deixados para trás com todos os benefícios da carreira. E é um caminho sem volta", diz Moro.

Diálogos atribuídos a procuradores e ao ex-juiz da Lava Jato no Telegram foram divulgados pelo site The Intercept Brasil. As mensagens indicam supostos "ajustes" de fases da operação Lava Jato.

O ministro e ex-juiz voltou a afirmar que as "invasões criminosas" de celulares estão sendo investigadas. "A Polícia Federal deve chegar aos responsáveis", disse.

O ministro agradeceu também o apoio que diz estar recebendo do presidente Jair Bolsonaro. "Desde o início deste falso escândalo, a meu ver, presidente tem prestado apoio", disse.

Ao agradecer a esposa Rosângela, presente no evento, ele disse que ela o tem apoiado, principalmente nos últimos cinco anos. "(Este período) Não tem sido muito fácil", afirmou, arrancando risos da plateia, composta por secretários, apoiadores do ex-juiz e convidados especiais do governador paulista, João Doria (PSDB). "A operação Lava Jato foi alvo de ataques morais, baseados às vezes em incompreensões."

O ex-juiz ainda destacou a Operação Lava Jato como uma "vitória das instituições" e classificou como "caminho sem volta" a entrada na vida política, ao assumir o Ministério da Justiça.

"O plano é consolidar os avanços contra a corrupção. Avançar no enfrentamento do crime organizado e combater o crime violento".

"Não podemos mais afirmar que essa impunidade é regra. Temos que avançar muito. Existe sempre a sombra do retrocesso. Precisamos ter uma vontade institucional de avançar. Permanecer parado ou retroceder é fácil. Essa foi uma vitória das instituições e da democracia", afirmou.

Estadão Conteúdo

Incentivo fiscal aos agrotóxicos pode superar R$ 14 bilhões por ano


Além da perda de biodiversidade, irrecuperável como provam as ondas de mortandade de abelhas no Sul do país, dos danos ao meio ambiente, como a poluição dos rios, à saúde humana e do risco aos negócios futuros, o Brasil deixa de arrecadar bilhões de reais anualmente com isenções, deduções e incentivos às indústrias de agrotóxicos.

Os agrotóxicos são utilizados principalmente em culturas de soja e milho. Cerca de 55% dos defensivos são consumidos apenas nas lavouras de soja. Com isenção fiscal, custos ambientais, sociais e de saúde do uso dessas substâncias são rateados por toda a sociedade, e não pagos apenas por produtores e empresas.

Para o sistema de saúde, os custos são estimados em 1,28 em relação com os investimentos: cada US$1 gasto com defensivos agrícolas gera um custo de até US$ 1,28 em tratamentos de intoxicação. Desde a década de 80, foram notificados mais de 1 milhão de casos intoxicação por agrotóxicos no país. A exposição aumenta o risco de câncer, doenças crônicas, a incidência de aborto e de malformações congênitas.

Esses foram alguns dos dados apresentados numa audiência pública sobre Isenção Fiscal de Agrotóxicos na quinta-feira (27), em Brasília. O encontro tratou do impacto da isenção de impostos e do uso de pesticidas na saúde e no meio ambiente e de exemplos de tributação verde. Desde 2004, a Lei nº 10.925 zerou as alíquotas do PIS/PASEP e da COFINS para importação e comercialização de fertilizantes e agrotóxicos.

Os pesticidas têm redução de 60% da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e isenção total do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Mas não são só estas as formas de incentivo direto e indireto ao uso de agrotóxicos.

Uma das estimativas aponta que o país deixou de arrecadar ao menos R$ 2,07 bilhões com a isenção fiscal concedida aos agrotóxicos. Mas o montante pode ser muito maior.Segundo a conta do defensor público Marcelo Carneiro Novaes, em 2016, mais de R$ 14 bilhões foram transferidos em subsídios tributários para a indústria de defensivos no Brasil, o que dá R$ 70 por habitante.

Desse total, R$ 8,3 bilhões seriam de benefícios fiscais de não cobrança de ICMS, IPI, PIS E COFINS e do imposto de importação. E R$ 6 bilhões de subsídios tributários indiretos, pois a lei encara o defensivo agrícola como insumo e os insumos são abatidos integralmente da renda tributável do produtor rural, pessoa física ou jurídica.

Novaes considera que o valor total de incentivos deve ser maior ainda, mas há algumas "caixas pretas" guardando números importantes. Incentivos de crédito, por exemplo, que aparecem como taxa de equalização de juros no Plano Safra, pois os agrotóxicos representam cerca de 17% dos custos da produção agrícola. E também incentivos financeiros, como anistia, repactuação de dívidas e os contratos de Barter -o modelo de negócio entre empresas e produtores, sem subsídio estatal, em que as empresas vendem pacotes de sementes e agrotóxicos em troca da produção futura.

"As empresas financiam a compra, com juros abusivos para o médio e pequeno produtor. Estimo que, se cobrarem a taxa de 15%, há uma transferência de renda do produtor agrícola para as empresas da ordem de R$ 4,5 bi no ano. É uma estimativa. O IOF tem a alíquota de 0,38% e incide sobre o valor do título. Se as indústrias financiarem R$ 30 bi, e se forem lançados apenas três títulos de crédito, a perda de arrecadação seria de R$ 1 bilhão. Isso é uma estimativa conservadora, sobre a transferência de renda e desoneração dos títulos quanto ao IOF", afirma.

"Não sou contra subsídios, mas sou contra a desoneração que nivela o agrotóxico mais perigoso com aquele menos tóxico e menos lesivo ao meio ambiente. Produtos desiguais merecem tratamento desigual", diz. "O Brasil exporta bilhões de dólares de commodities agrícolas que utilizam 80% de todo o agrotóxico que polui água, meio ambiente, usa pulverização aérea. Em 2017, foram US$ 96 bilhões, com arrecadação de R$ 5 mil. A participação da agropecuária e serviços relacionados (excetuando a indústria alimentícia) não passa de 0.3% do total de receitas", comenta.

A audiência teve a presença de representantes da Fundação Oswaldo Cruz, do Instituto Nacional do Câncer, representantes do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), TCU, IBGE, MPT (Ministério Público do Trabalho), Defensoria Pública, MPF (Ministério Público Federal), Abrampa (Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente), organização de direitos humanos Terra de Direitos e a Campanha Permanente Contra Agrotóxicos e Pela Vida.

Uma das formas de reverter o quadro seria o fim das isenções, ou, como fez o estado de Santa Catarina, a instituição da tributação verde, que vale desde abril. Ela incide sobre inseticidas, fungicidas, formicidas, herbicidas e raticidas que antes eram isentos de ICMS. Estes produtos passaram a ser tributados em 17%.

A cobrança de taxas sobre os agrotóxicos foi defendida e uma das formas de cálculo seria a sua periculosidade: quanto mais tóxica a substância, maior deveria ser o imposto.

Boom do veneno
Na última segunda (24), mais 42 venenos foram aprovados para o mercado agrícola brasileiro, somando 239 agrotóxicos no ano. O volume de aprovações é grande e está causando bastante apreensão, dentro e fora do país. A Agência Pública e o Repórter Brasil criaram um sistema de monitoramento, apelidado de Robotox, que tuíta sempre que o governo aprova mais um registro de agrotóxico. O dispositivo usa dados do Diário Oficial da União.

Dois novos princípios ativos com alto grau de periculosidade vieram no pacote de 2019: sulfoxaflor e florpirauxifen-benzil. O primeiro é apontado como causa da mortandade de abelhas. Dos aprovados, 43% são considerados altamente ou extremamente tóxicos e estão no index da Pesticide Action Network (PAN). 31% não foram licenciados na União Europeia, segundo dados do projeto de jornalismo investigativo Unearthed, divulgado pelo Greenpeace.

De acordo com a investigação, nos três últimos anos, mais de 1.200 pesticidas e herbicidas, incluindo 193 contendo produtos químicos proibidos na EU, foram aprovados no Brasil. Segundo o Unearthed, empresas como as alemãs Helm e BASF, e Adama e Syngenta (compradas pela chinesa ChemChina) vendem para o Brasil produtos que não têm liberação em outros países.

Desde 2016, a Helm teria registrado nove produtos que não são permitidos na Alemanha. Em 2019, aprovou o diquate, proibido na EU em 2018 por riscos ao sistema hormonal humano e ameaça a mamíferos e aves.

A Syngenta vende produtos contendo atrazina, herbicida proibido na EU desde 2003. A Adama registrou 25 produtos no Brasil desde 2016, contendo atrazina, glufosinato e paraquat. No ano passado, a Adama registrou dois produtos com acefato, banido na UE por quase duas décadas e que teve restrições impostas ao uso na China em 2017 e associado a danos na fertilidade masculina. Segundo o index da PAN, a atrazina é proibida em 37 países e o paraquat é proibido em 46 países.
A Unearthed publicou as respostas das empresas.

"Fabricamos em alguns países para garantir que todos os nossos clientes se beneficiem dos mesmos altos padrões e, claro, para gerenciar os custos. A atrazina e o paraquat estão registrados em muitos dos chamados países desenvolvidos. A regulamentação de cada país é diferente porque cada país tem diferentes pragas e diferentes desafios agrícolas", afirmou a Syngenta.

"Todos os usos aprovados do fipronil foram submetidos a um processo de avaliação aprofundada. Quando utilizados de acordo com as instruções do rótulo, os produtos aprovados baseados em fipronil são seguros para os seres humanos e o meio ambiente. A decisão de descontinuar os esforços de registro na UE foi tomada por razões econômicas", disse a BASF.

"Segurança humana e ambiental, bem como atender aos requisitos regulamentares muito rigorosos, são compromissos fundamentais para nós", afirmou a Adama.
A empresa Helm não respondeu ao pedido de resposta, segundo a Unearthed.

Por: Mara Gama, do Folhapress

Petrolândia: Dr Maxwell Pordeus é ALFA SAÚDE; adquira já o seu cartão de desconto!

Competência tem nome e sobrenome: Dr.Maxwell Pordeus, também tem sua Clínica São Gabriel conveniada com o ALFA SAÚDE! Adquira já o seu cartão de desconto e realize seus exames e consultas com ótimos descontos variando entre 15 a 50%!!Vem pro ALFA você também!!

Fone: 87 999652169 (zap).






Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Divulgação/Alfa Saúde

Surto de chagas em PE: Das 77 pessoas que participaram de evento religioso em Ibimirim-PE, 30 tiveram resultado laboratorial positivo para a doença


O número de pessoas em tratamento por Doença de Chagas em Pernambuco, em função do surto de doença aguda registrado no mês passado, subiu para 40 pessoas. Das 77 pessoas que participaram de um evento religioso na cidade de Ibimirim, no Sertão do Estado, onde teria acontecido a contaminação, 30 tiveram resultado laboratorial positivo para a doença. Outras 10 apresentaram os sintomas. Os dados foram atualizados nesta sexta-feira (28), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Do total de participantes, 16 foram internados no Hospital Oswaldo Cruz (Huoc). Todos receberam alta. Um paciente foi atendido em uma unidade privada de saúde e também já recebeu alta. A SES informou que continua a investigação sobre o surto de doença de Chagas aguda ocorrido após um evento religioso, em abril.

Estão sendo realizadas busca ativa dos participantes do evento e organizado o fluxo de atendimento deles. Todos os envolvidos no episódio estão inseridos na investigação. A notificação ao Estado ocorreu em 20 de maio, quando os primeiros pacientes deram entrada no Huoc. De acordo com pessoas que estavam no evento, o grupo teria se reunido para uma missão religiosa no Sertão e era composto por crianças e adultos.

Desde então, a SES investiga o que pode ter causado o surto. Foi realizada visita ao local do ocorrido e às casas do entorno (raio de 150 metros), não sendo encontrado nem o barbeiro nem vestígio do inseto. Também estão sendo visitados os locais que forneceram alimentação para o evento. A provável forma de transmissão da doença, que ainda está sendo investigada. A principal suspeita é de que o tripanossoma cruzi, protozoário causador da Doença de Chagas, tenha sido transmitido por via oral, por meio de algum alimento consumido durante o evento.

Por Diário de Pernambuco

Petrolândia: Dr. Frederico Vasconcelos atende na Clínica de Olhos Santa Luzia neste sábado das 08h00 ao meio dia

.

Você enxerga bem? Você entregaria o exame de seus olhos a alguém que não é médico? A Clínica de Olhos Santa Luzia, pioneira em Petrolândia, sob direção do médico oftalmologista Dr. Frederico Vasconcelos, mudou de endereço. Agora localizada na rua Clodoaldo Bezerra, nº 16 - centro de Petrolândia, próximo ao Supermercado Sanfrancisco, a Clínica de Olhos Santa Luzia tem instalações modernas e climatizadas, com novos equipamentos, e realiza exames computadorizados, microcirurgias, adaptação de lentes de contato, tratamento de glaucoma e outras doenças oculares. Atendimento aos sábados, pela manhã.

A Clínica de Olhos Santa Luzia adverte: seus olhos merecem o melhor, não se deixe enganar por falsos médicos. com exames baratos ou de graça. Sua visão não tem preço. Cuide bem dos seus olhos.

A Clínica Santa Luzia avisa que o médico oftalmologista Dr Frederico Vasconcelos estará atendendo todos os sábado pela manhã, das 08h00 ao meio dia.

Ver fotos abaixo das novas instalações da Clínica de Olhos Santa Luzia.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho/BlogAR

Aneel define bandeira amarela nas contas de energia de julho; cobranças terão acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora


A bandeira tarifária utilizada como referência nas contas de luz do mês de julho será a amarela. O anúncio foi feito hoje (28) em comunicado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com a medida, as cobranças terão um acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

O adicional retorna às contas após a autoridade reguladora ter definido bandeira verde em junho, situação em que não é cobrado acréscimo nas contas. No comunicado, a Aneel justificou a bandeira amarela pelo fato de julho ser um mês “típico da seca nas principais bacias hidrográficas do país”.

“A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios. Esse cenário requer o aumento da geração termelétrica, o que influenciou o aumento do preço da energia (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) em patamares condizentes com o da Bandeira Amarela”, justificou a agência.

Por Agência Brasil

Petrolândia: É hoje! Jamison Sandes e Gabriela Souza são atrações da 7ª Quermesse Junina do Projeto Icó-Mandantes, neste sábado ( 29)


Blog de Assis Ramalho
Por Conselho Pastoral de Comunidade (CPC)

Conselho Regional de Educação Física visita Petrolândia no dia 4 de julho



A partir da próxima segunda, dia 1º, as ações itinerantes do CREF VISITA, realizadas pelo Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região (CREF12/PE) chegarão ao sertão pernambucano passando pelos municípios Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolândia respectivamente dos dias 01 à 04 do mês de julho.

A ação oferece uma série de serviços em prol dos profissionais de educação física. As atividades consistem em: registro de pessoa física e jurídica, renovação da Cédula de Identidade Profissional (CIP), entrega de documentos e solicitações de certidões, recadastramento biométrico.

Além disso, quem comparecer às ações também poderá contar com um serviço de denúncias, prestando queixa de pessoas físicas ou jurídicas que se encontram em situação de irregularidade junto ao CREF. No entanto, é necessário estar atento ao requerimento com o máximo de informações acerca das ilegalidades denunciadas. Será preciso estar em posse de registros como fotos, vídeos, endereços, dias e horários dos ocorridos, sendo possível também efetuar as denúncias pelo e-mail fiscalizacao@cref12.org.br.

O CREF12/PE mantém o compromisso de estar sempre perto e lutando por melhorias para o profissional de Educação Física.

Assessoria de Comunicação
Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região (CREF12/PE)

Serra Talhada: Com 200 operários, Hospital do Sertão já tem 17% das obras prontas

  

O Hospital Geral do Sertão (HGS) está com 17% das obras prontas, o que significa que há, ainda, muito trabalho pela frente. A boa notícia, anunciada nesta quinta-feira (27) pelo secretário-executivo do Gabinete de Projetos Estratégicos do Governo de Pernambuco, Nelson Holanda, é que os cerca de 200 homens que estão no canteiro do HGS, às margens da BR-232 em Serra Talhada, tentam concluir esta primeira etapa até dezembro deste ano.

Este prazo, contudo, parte de um vontade do governador Paulo Câmara, já que o contrato prevê para março de 2020 a conclusão desta primeira fase. Porém, segundo Nelson Holanda, a missão é seguir a determinação do chefe estadual. Assim, equipes estão semanalmente inspecionando as obras do Hospital do Sertão. Em entrevista ao programa Frequência Democrática, nesta quinta (27), Holanda – que é um dos fiscais – adiantou que o ritmo das obras está dentro do planejado.

“Estamos mais uma vez aqui monitorando e as obras continuam no ritmo pactuado com a construtora, não houve nenhum tipo de interrupção, temos hoje 200 homens trabalhando na obra, que já possui cerca de 17% de execução. É um momento mais complicado, que tem menos celeridade, pois tem que aguardar cura de sapata, cura de viga, cura de laje… Mas paralelamente a isso, já temos blocos com madeiramento já adiantado e logo logo está a coberta pronta, já temos blocos com revestimento externo assentado. Garanto à comunidade desses 35 municípios que serão beneficiados que as obras estão no prazo pactuado”, disse secretário-executivo, frisando:

“O investimento só com obra do HGS gira em torno de R$ 50 milhões só nesta primeira etapa: contratação de projeto, terraplanagem, a primeira etapa de escavação e canteiro de obra, a que está em execução agora com a Carajás, aí sim de 40,8 milhões. Ela tem prazo contratual até 10 de março de 2020. A ideia, como o governador falou, é antecipar isso até o final do ano, essa parte física. O prazo contratual deles é para terminar 10 de março 2020 a obra física. E paralelamente a isso a Secretaria de Saúde do Estado já está adquirindo os equipamentos. Então, são duas situações. Estamos cuidando da obra em si, da parte de engenharia, onde passamos pela terraplanagem, escavação de canteiro e estamos na construção da edificação. O governo determinou que se antecipe essa entrega para o final desse ano e não está sendo fácil. É um cronograma espremido, mas o fato de minha equipe está aqui semanalmente fiscalizando, esse é o nosso objeto. A ideia de entregar a população já equipado, com contratação de pessoal, é no primeiro semestre de 2020, com a assistência já funcionando.”

SEGUNDA ETAPA E ACESSO

Ainda, conforme Nelson Holanda, esta primeira etapa do HGS contempla a construção de 60 leitos de internamento e 10 leitos de UTI. Já a segunda etapa – que não será construída neste momento, pois dependerá da demanda de pacientes após a inauguração do hospital – contemplará 80 leitos de internamento e mais 10 leitos de UTI. Holanda disse também que em setembro haverá a licitação da obra viária do entorno do HGS.

Por Farol de Notícias


Tacaratu: É hoje! 6º Arraiá de São Pedro de Caraibeiras será realizado neste sábado (29)


Assessoria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Tacaratu

Petrolândia: Veja agenda de atendimento da semana da Clínica Mais Saúde; Confira e marque sua consulta


A Clínica Mais Saúde, localizada na Av Auspício Valgueiro de Barros, em frente a Escola Delmiro Gouveia, informa atendimentos para esta semana; confira acima!

Agende sua consulta pelo cel: 87 9.9659-3298 - tel. 87 - .3851-0533

Confira abaixo as vantagens do convênio System Saúde; adquira já o seu!



Veja todos os especialistas médicos que atendem na Mais Saúde


Dr. Victor Laert - Cirurgião Dentista / Implantes Dentários / Endodontia e Ortodontia

Dra. Ilka Novaes - Cirurgiã Dentista

Dr. Kleber Cantarelli - Cirurgião Dentista e Ortodontia

Dra. Kelciany Carvalho - Cirurgiã Dentista e Prótese

Dr. Waldir Tenório - Cardiologista

Dr. Stephano Kelps - Clínico Geral

Dr. Paulo Elísio - Dermatologista

Dra. Yara Marques - Fisioterapia e Estética

Dr. Leirson Magalhães - Gastroenterologista

Dra. Núbia Lopes - Ginecologista e Ultrassonografia

Dra. Bruna Bastos - Ginecologista Obstetra

Dra. Joélia Magalhães - Nutricionista

Dra. Gracenilda Moura - Psicóloga

Dra. Lidiane Menezes - Psicopedagoga

Dr. Atayde Júnior - Psiquiatra

Dra. Mariana Bezerra - Odontopediatra

Dr. Robson Oliveira - Otorrinolaringologista

Dr. Felipe Guimarães - Reumatologista

Dr. Weslley Bezerra - Urologista

Dra Talita Novaes (Clínica Geral)

Dr Alexandre Torres (Endocrinologista, Clínico Geral e Ultrassom)

Dra Silvia Karla (Terapeuta Ocupacional)

Dr Pedro Roriz (Neurologista)

Dr Raphael Albuquerque - Ortopedista

Dra Priscylla Quirino (Fonoaudióloga)

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da Clínica Mais Saúde

Petrolândia: 4ª CIPM participa do 1º Seminário de políticas públicas sobre drogas, promovido pela Comunidade Terapêutica Peniel


Ocorreu na tarde desta sexta-feira, 28JUN2019, no Plenário da Câmara Municipal de Petrolândia, o 1' Seminário de Políticas Públicas Sobre Drogas, realizado pela Comunidade Terapêutica Peniel. O Maj PM Vianna, representou o comando da 4ªCIPM na solenidade, que também contou com a participação de autoridades civis, religiosas e familiares dos internos e ex internos da referida comunidade. Foram realizadas palestras, explanando assuntos referentes a prevenção e ao combate ao uso das drogas na cidade de Petrolândia e na região. E na oportunidade, três internos foram homenageados e reinceridos na sociedade após a conclusão de 06 meses de tratamento na comunidade Peniel.

SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO

4ªCIPM - Companhia Ten PM Cirilo de Souza Araujo

Vanguarda do Itaparica 

VEJA TAMBÉM
Assista abaixo entrevista com o Diretor da Comunidade Terapêutica Peniel, Ramon Brás, e saiba como funciona a Comunidade Terapêutica Peniel, sediada na Agrovila 01 do Bloco 01 de Petrolândia, instituição que trabalha na prevenção, recuperação e ressocialização de pessoas com problemas relacionados ao uso, abuso e dependência química de substâncias psicoativas



Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Água de Coco Camily está presente nas festividades de São Pedro e de Emancipação Política do município


Comercializada em garrafas de 400 mil, com seleção, coleta, embalagem e conservação que atendem aos padrões de higiene e qualidade na manipulação de alimentos, a Água de Coco Camily, produzida em Petrolândia, está presente nas festividades de São Pedro e de Emancipação Política do município que teve início nesta sexta-feira (28/06/2019) - veja programação abaixo:


A Água de Coco Camily também está a venda em lanchonetes, restaurantes, mercados e quiosques da cidade de Petrolândia e região.

Além da distribuição nos pontos de comercialização ao consumidor, a Água de Coco Camily também está presente nos eventos mais agitados da cidade, para matar a sede ou dar sabor especial ao drinque. Entre em contato pelo 87 99936-5414 e garanta a Água de Coco Camily no seu estabelecimento ou na sua festa.

A dica da Água de Coco Camily para este Carnaval de altas temperaturas em Petrolândia é o folião não descuidar da hidratação. A água de coco possui em média 40 calorias a cada 200 ml. É composta basicamente por água (93%) e açúcares (5%), além de conter sais minerais e vitaminas. Os principais minerais encontrados são sódio, potássio, cálcio, magnésio, manganês, zinco e ferro¹.

Para recuperar a energia e seguir o bloco com toda disposição, tome Água de Coco Camily!

A Água de Coco Camily, que tem a organização de Laurindo Antas, é nova parceria do Blog de Assis Ramalho e da Web Rádio Petrolândia.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Procuradores da Lava Jato não confiavam em Moro e apontavam sua parcialidade


O jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept Brasil, divulgou na madrugada deste sábado (29) uma prévia de novas conversas vazadas entre procuradores da Lava Jato. A íntegra do mais novo capitulo da Vaza Jato deve ser divulgada ainda neste sábado.

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Petrolândia/Recife: Atleta petrolandense Anderson Tiago representará Pernambuco na 43ª edição do Troféu Norte-Nordeste Caixa de Atletismo neste final de semana




O atleta petrolandense Anderson Tiago pelo segundo ano consecutivo representará Pernambuco na 43ª edição do Troféu Norte-Nordeste Caixa de Atletismo que será realizado em Recife neste final de semana. O atleta é treinado e acompanhado por Tiago Ferreira da Silva e Abraão Nascimento.
Esta será a 15ª vez que a competição é realizada na capital pernambucana, que receberá 258 atletas de 16 estados das regiões que dão nome ao torneio - além do Distrito Federal e de Goiás, que participarão como convidados. As provas serão no Centro Esportivo Santos Dumont.

Disputando medalhas em casa, os integrantes da delegação pernambucana defenderão o título da competição.
E a trajetória do representante de Petrolândia poderá ser acompanhada por todas e todos amanhã (29) no programa Globo Esporte naTv Asa Branca a partir das 12h45min. Anderson concedeu entrevista contando um pouco de sua história e desafios.

ONDE E QUANDO ACONTECERÁ A COMPETIÇÃO?

Local: Centro Esportivo Alberto Santos Dumont - Rua Almirante Nelson Fernandes, s/nº, Boa Viagem, Recife/PE.

Datas: 29 e 30 de junho.

Provas: Marcha atlética, salto com vara, lançamento de disco, salto em altura, 100m com barreiras, 100m rasos, salto em distância, 3.000m com obstáculos, arremesso de peso, 400m com barreiras, 800m rasos, lançamento de dardo, salto triplo, decatlo, heptatlo, revezamento 4x100m, 400m rasos, 10.000m rasos, 110m com barreiras, 200m rasos, 1500m rasos, salto triplo, lançamento de martelo, revezamento 4x400m, 5.000m rasos.

Por: Blog Gota d'água

Cocaína encontrada com sargento da FAB é avaliada em R$ 5,6 milhões, diz El País


Autoridades da Guarda Civil da Espanha avaliaram em 1,3 milhão de euros (cerca de 5,6 milhões de reais) os 39 kg de cocaína encontrados com o segundo-sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) Manoel Silva Rodrigues, segundo o jornal espanhol El País. O militar foi detido na terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha durante escala para o voo que seguia para o Japão, em comitiva de apoio à viagem do presidente Jair Bolsonaro à cúpula do G-20.

Segundo a publicação, a Guarda Civil, que ainda não detectou a pureza da droga, investiga qual era o destino dos entorpecentes e por qual razão o militar estava carregando os 37 pacotes dentro de uma mala de mão. As autoridades não descartam que a cocaína ficaria na Espanha e avaliam que Silva poderia ser uma "simples mula de uma organização de traficantes". Após ser detido, o sargento teve a prisão provisória decretada por um tribunal de Sevilha, sem possibilidade de fiança, acusado de crime contra a saúde pública - que é como o Código Penal do país descreve esse tipo de delito.

A FAB comunicou ontem, em entrevista coletiva, que um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado para esclarecer o fato e que as investigações seguirão em sigilo. A detenção do militar que fazia parte da comitiva de apoio à viagem do presidente Jair Bolsonaro teve grande repercussão na imprensa internacional às vésperas de sua estreia no G-20, encontro que reúne as vinte maiores economias do mundo e que este ano acontece em Osaka, no Japão.

O aeronave da FAB em que estava o sargento é usada como reserva do avião presidencial e, portanto, a comitiva da qual Silva fazia parte não estava no mesmo avião que transportou Bolsonaro de Brasília para o país asiático na noite de terça-feira.

Em seu Twitter, Bolsonaro classificou o episódio como "inaceitável". "Exigi investigação imediata e punição severa ao responsável pelo material entorpecente encontrado no avião da FAB", afirmou o presidente. O ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, general Augusto Heleno, classificou o fato da detenção ter ocorrido antes do encontro do G-20 como uma "falta de sorte", mas que não atrapalha a imagem do País no exterior. Heleno está em Osaka acompanhando o presidente, que nesta sexta-feira (28) encontrou-se com o presidente da França, Emmanuel Macron, e com o mandatário norte-americano Donald Trump.

Por: Agência Estado

Ceape abre inscrições para minicursos gratuitos em Petrolândia



Estão abertas, a partir desta quinta (27), as inscrições para 600 vagas em minicursos gratuitos de auxiliar administrativo, socorrista, eletricidade básica e Excel prático.

As oportunidades são oferecidas pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Profissional de Pernambuco (Ceape) no Recife; em Petrolândia, Caruaru e Arcoverde

Os minicursos têm duração de quatro horas. As turmas da manhã são oferecidas para os alunos que estão concluindo o Ensino Médio. No turno da tarde, o público-alvo é quem já o concluiu.

As inscrições devem ser feitas na sede do Ceape em cada município, mas é possível fazer, na internet, uma pré-inscrição para reservar a vaga. No local, é preciso apresentar o documento de identidade, CPF, comprovante de residência e entregar um quilo de alimento não perecível.

Petrolândia

Período de inscrição: 27 de junho a 26 de julho
Endereço para se inscrever: Rua José Soares do Nascimento, 56 Q6
Data da aula: 27 de julho
Informações: (87) 3851-0598

Arcoverde

Caminhoneiro é detido na Bahia com mais de 3 toneladas de maconha escondidas em carga de farinha

Grande quantidade de maconha é apreendida escondida em carga de farinha na Bahia — Foto: Madalena Braga/TV Subaé


Um caminhoneiro foi preso nesta sexta-feira (28) após ser flagrado transportando mais de três toneladas de maconha, em um trecho da BR-116, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o material estava escondido

em sacas de farinha na carroceria do caminhão, e foi localizado com a ajuda de um cão farejador durante uma fiscalização da rodovia.

Segundo a PRF, os responsáveis pela droga chegaram a usar naftalina para tentar disfarçar o cheiro da maconha, mas, mesmo assim, o cachorro conseguiu farejar o material.

Conforme a PRF, o condutor do caminhão revelou que a maconha teria saído do Paraná e seguia para Sergipe. O caso está sob investigação.

O condutor, o caminhão e a droga foram encaminhados para a Polícia Federal em Salvador.

Por G1 BA

Petrolândia: Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE) aprova Voto de Aplauso ao grupo 70 x 7 da Paróquia de São Francisco de Assis, através de requerimento do Deputado Fabrízio Ferraz




Neste mês de junho/2019, o Deputado Estadual Fabrízio Ferraz (PHS ) apresentou à apreciação da Assembleia Legislativa de Pernambuco, requerimento para registro de Voto de Aplauso ao Grupo 70x7 da Paróquia de São Francisco de Assis, de Petrolândia, pela realização e apresentação da Paixão de Cristo/2019.

O Requerimento nº 642/2019, data de 06/06/2019, foi publicado no Diário Oficial de Pernambuco-Poder Legislativo e aprovado, em discussão única, no dia seguinte.

Veja abaixo

Requeremos à Mesa, ouvido o Plenário e cumpridas às formalidades regimentais, que seja consignado na ata dos trabalhos legislativos de hoje, um voto de aplausos à Paróquia de São Francisco de Assis, em Petrolândia, na pessoa do Pároco Padre Luís Augusto, e ao Grupo 70x7, na pessoa de seu coordenador, Sr. Herykeles Arllan dos Santos, pela realização e apresentação da Paixão de Cristo.

JUSTIFICATIVA

Em Petrolândia, município do Sertão de Itaparica, no dia 19 de abril do corrente ano, aconteceu a tradicional apresentação da Paixão de Cristo, que acontece todos os anos desde 1990, reunindo pessoas de vários municípios vizinhos. A peça é encenada tradicionalmente ao ar livre reproduzindo os últimos passos de Jesus na Terra, e reuniu, segundo a Guarda Municipal de Petrolândia, mais de 5 mil espectadores.

Parabenizamos todos os mais de 80 envolvidos na construção da brilhante apresentação, entre roteiristas, figurinistas, coordenadores, organizadores, figurantes e atores. Celebramos a bela decisão de levar a população sertaneja a representação dos últimos atos de Jesus em sua vida terrena, descrita no Novo Testamento Bíblico, com toda seus ensinamentos e emoções. Pernambuco muito seu orgulha da Paróquia de Petrolândia e de seus Grupos Pastorais, por anualmente, levar a igreja e amor pregado por Jesus aos seus fiéis.

Desejamos força de vontade, alegria e fraternidade a todos os que compõe este belíssimo espetáculo, para que se mantenham firmes na caminhada da evangelização.

Ante o exposto, solicito aos meus ilustres pares a aprovação deste Requerimento em Plenário.

Ver abaixo, notícias relacionadas






Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Cantor Aldo Silva anima o São Pedro da AABB neste domingo às 15h:00; reserve já a sua mesa - R$10,00

Divulgação AABB - Petrolândia

Petrolândia: Morre João Bosco da Fonseca (João Bosco da Barreiras); sepultamento será amanhã às 8h no cemitério local


Morreu na noite desta quinta-feira (27) no Hospital Municipal Dr. Francisco Simões de Lima, em Petrolândia, João Bosco da Fonseca, também conhecido por João Bosco da Barreiras. Por Muitos anos João Bosco, que tinha 68 anos anos, foi funcionário da Padaria de seu Nonato, na Velha Barreiras - distrito de Petrolândia.

O seu corpo está sendo velada na Rua Rosita de Souza Ferraz, na Quadra 14 de Petrolândia. O sepultamento será realizado neste sábado (29), às 8 horas da manhã no Cemitério São Francisco, em Petrolândia.

À família enlutada, nossos pêsames

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação e foto: Família