Publicidade

Corpos de modelo alagoana Adrielle de Oliveira Gomes e de mais vítimas de acidente são identificados

A modelo alagoana Adrielle Oliveira estudava no IFSC e morreu em acidente em SC — Foto: TV Gazeta/Reprodução
Acidente causou a morte de cinco pessoas que estavam no mesmo veículo — Foto: PRF / Divulgação

O corpo da modelo alagoana Adrielle de Oliveira Gomes, de 19 anos, de Wesley Ribeiro, Lucas Cavilha, de 18 anos, Luciano Andrade, de 17 anos, e de Paloma Coswosck, as cinco vítimas do acidente em Capão Alto, na Serra catarinense, foram identificados. O Instituto Médico Legal (IML) informou nesta quinta-feira (19) que foram usadas as arcadas dentárias das pessoas. A liberação dos corpos foi autorizada.

O acidente ocorreu na manhã de sexta (13) na BR-116. As cinco vítimas morreram carbonizadas. Elas estavam em um Uno que se envolveu em um acidente com outros cinco veículos. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

De acordo com o IML, com a identificação feita pelas arcadas dentárias não será necessário o teste de DNA. Numa primeira avaliação dos corpos, foi constatado que não havia a possibilidade de identificar as vítimas pela impressão digital devido à carbonização. As arcadas dentárias também ficaram comprometidas, por isso foi iniciado o procedimento do teste de DNA.


Ainda na sexta, o IML de Lages, na Serra, coletou amostras das cinco vítimas e enviou o material para um laboratório em Florianópolis. Ao mesmo tempo, foram pedidas amostras dos familiares para que fosse feito o confronto. Porém, a identificação por DNA é um processo bastante detalhado, que pode levar meses, explicou o órgão.

Por isso, o IML enviou a Lages um odontolegista para tentar mais uma vez o trabalho por arcada dentária. Esse processo começou na terça (17) e já foram pedidos os prontuários dentários dos parentes. Com a ajuda de profissionais do próprio IML e da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), Adrielle, Wesley e Lucas foram identificados na noite de quarta (18).

No início da tarde desta quinta, Luciano foi identificado e, por volta das 15h30, Paloma. Conforme as confirmações iam ocorrendo, as liberações dos corpos eram autorizadas. Até a última atualização desta notícias, o IML não havia informado a idade de todas as vítimas.

A modelo Adrielle fazia o curso de técnico em administração. Já Wesley, técnico em análises químicas. Os dois eram alunos do campus de Lages do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Até a publicação desta notícia, o IML não havia informado se os corpos foram liberados.

O acidente está sendo investigado pela delegacia de Campo Belo do Sul.

Por G1

Comentários

Publicidade