Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Bandidos incendeiam mais de 50 veículos e atacam prédios públicos no Ceará


Ceará registrou uma nova sequência de ataques criminosos contra prédios públicos durante a madrugada deste domingo (25). Em um dos casos, bandidos incendiaram mais de 50 veículos apreendidos pela polícia, que estavam em um terreno no prédio da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) da cidade de Cascavel, no litoral do estado.

Os ataques atingiram ônibus e prédios públicos de Fortaleza e no interior do estado. Veja a sequência de ações criminosas ocorridas neste fim de semana:

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou que a Polícia Militar prendeu seis suspeitos de participação nos crimes. Quatro homens foram presos no sábado (24) e três, na manhã deste domingo. Com eles, a polícia apreendeu munição e garrafas de gasolina usadas nas ações.

Em nota, o órgão comunicou também que "determinou o reforço no policiamento, inclusive com apoio de helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer)".

Veículos queimados

Conforme o tenente Cordeiro, do Corpo de Bombeiros de Horizonte, que atendeu a ocorrência em Cascavel, as chamas atingiram mais de 45 motos e cerca de 10 carros que estavam apreendidos. O fogo começou após dois homens pularem o muro do prédio e incendiarem parte dos veículos.

A equipe dos Bombeiros foi acionada e se dirigiu ao local para conter as chamas . A rede elétrica precisou ser cortada para evitar um curto-circuito. Uma sala, que servia como almoxarifado, também foi atingida pelo fogo e ficou destruída. Moradores da região relataram que ouviram diversas explosões durante a noite no local.

"O fogo se espalhou rápido, porque tem muito material inflamável, como os pneus e os bancos dos carros. Não dava pra ver muito bem a quantidade porque estava escuro, mas conseguimos apagar o fogo", comentou o tenente.


Os bombeiros conseguiram debelar as chamas por volta de 0h30 e evitar que as chamas atingissem casas vizinhas ao local. Ninguém ficou ferido, conforme o Corpo de Bombeiros.

Equipes das polícias Civil e Militar também foram ao local durante o ocorrido e realizaram buscas pelos suspeitos. No entanto, ninguém foi preso. O G1 não conseguiu contato com a Delegacia de Cascavel.

Ações na capital

Um dos blocos do prédio da Secretaria Regional IV, no Bairro Serrinha, foi queimado por bandidos, que utilizaram bombas incendiárias do tipo coquetel molotov. O fogo destuiu computadores, móveis e equipamentos eletrônicos. As chamas puderam ser vistas do lado de fora do prédio, segundo moradores da região.

A Regional IV comunicou que o atendimento ao público será suspenso até que a situação no prédio seja restabelecida. No local, funcionava os serviços de acolhimento, protocolo e habitação.

O local atingido pelas chamas havia sido reformado e entregue à população no dia 2 de fevereiro deste ano. O órgão informou que o prédio foi periciado e passará por reformas.

Além da Regional, suspeitos também atacaram a tiros o prédio do 19º Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza, no Bairro Itaperi. As marcas de balas ficaram pelas paredes da unidade, mas ninguém ficou ferido.

A Secretaria da Secretaria da Segurança confirmou que cinco ônibus foram destruídos em ataques incendiários durante o sábado, em Fortaleza. Os crimes ocorreram após uma tentativa de ataque na Secretaria de Justiça que resultou na morte de três suspeitos.

Após a sequência de crimes, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Efufor) decidiu que os veículos vão circular em comboios com acompanhamento de policiais militares e guardas municipais.

No sábado, a polícia prendeu quatro homens suspeitos de participação nos ataques. Um deles, foi preso com munições calibre 380 que seria usadas em uma ação criminosa.

Já nesta manhã, policiais do Batalhão de Choque abordaram dois homens em uma moto na Avenida Presidente Castelo Branco (Leste Oeste). Com eles, a PM encontrou uma mochila com nove garrafas de gasolina. Um dos suspeitos já respondia por tráfico de drogas.

As outras prisões ocorreram no Bairro Vila União e na Rua Castro e Silva, próximo à Praça da Estação, no Centro de Fortaleza. Os incêndios ocorreram nos seguintes locais:

Avenida Leste-Oeste
Dois na Praça Coração de Jesus
Avenida Imperador
Avenida Maestro Lisboa

Por G1 CE

Comentários

Publicidade