Publicidade

TCE-PE adere ao movimento internacional Maio Amarelo


O Tribunal de Contas de Pernambuco aderiu ao Maio Amarelo, no qual colorirá a sua fachada na cor da campanha, distribuirá laços simbolizando o movimento e investirá na conscientização de seus servidores para a educação no trânsito.

O Movimento Maio Amarelo nasce com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A marca que simboliza o movimento, o laço na cor amarela, segue a mesma proposta de conscientização já idealizada e bem-sucedida, adotada por diversos movimentos. Em Assembleia Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que acidentes de trânsito são a nona maior causa de mortes no mundo e a primeira entre jovens de 15 a 24 anos. Além do prejuízo humano, os acidentes representam um prejuízo financeiro, tendo em vista que respondem por gastos da ordem de 3% do Produto Interno Bruto.

O Detran-PE está à frente das ações do projeto Pernambuco Amarelo, estabelecendo parcerias com órgãos públicos e marcando a adesão do Estado ao Movimento Internacional Maio Amarelo. Para Ana Tereza, diretora do Departamento de Administração e Infraestrutura - DAI, a campanha é importante pois promove a educação de todos para melhoria do trânsito no nosso estado, seja pedestre, ciclista, e condutores de veículos ou motocicletas.

Participe e colabore!!

Atenção a algumas dicas importantes de segurança no trânsito:

1. Adultos e crianças devem usar cinto de segurança, inclusive no banco traseiro
2. Crianças de até 7 anos e meio devem usar equipamentos de proteção adequados (bebê conforto, cadeirinhas ou assento de elevação).
3. Sempre respeite o pedestre e lembre-se: você também é um.
4. Beber e dirigir diminui em 25% o tempo de reação. Se beber, vá de ônibus, de táxi ou carona.
5. Bicicleta também é um veículo e deve respeitar a sinalização. Para ultrapassar ciclistas, o motorista deve manter uma distância segura de 1,5m.
6. Respeite os limites de velocidade. Sempre reduza na frente de escolas e lugares com grande concentração de pedestres.
7. Motociclista devem sempre usar equipamentos de proteção: capacete, luvas, botas e jaquetas.
8. Respeite as vagas reservadas para idosos e pessoas com deficiência. Gentileza melhora a convivência no trânsito.
9. Nunca use o celular enquanto dirige. A distração é um dos principais fatores de risco para quem está dirigindo.
10.Os condutores de "cinquentinha" devem obedecer às regras de licenciamento e habilitação, e podem ser alvo de fiscalização.

TCE-PE/Gerência de Jornalismo (GEJO)

Comentários

Publicidade