segunda-feira, 4 de junho de 2018

Cinco cidades do Rio Grande do Norte e quatro do Ceará elegem novos prefeitos


Cinco cidades do Rio Grande do Norte escolheram ontem (3) novos prefeitos. Os pleitos fazem parte do dia de eleições suplementares, realizadas em razão de candidaturas cassadas por tribunais eleitorais. No total, 20 municípios e o estado do Tocantins tiveram votações para indicar novos chefes de executivos.

Na cidade de Galinhos, Irmão Naldo foi o vencedor pela coligação PR e PTB, obtendo 62% dos votos dos eleitores. Em Parazinho, Carlinho de Veri, da coalizão PMN e PR, ganhou a disputa com 58,3% dos votos.

Em João Câmara, Manoel (DEM) vai comandar a prefeitura, após obter 56,3% da preferência do eleitorado. Em São José do Campestre, Nenem Borges, da coalizão MDB e PHS, conseguiu pouco mais da metade dos votos (50,7%). Em Pedro Avelino, Alexandre Sobrinho, da coalizão MDB e PSD, também foi o vencedor, ganhando por uma leve margem (52,58%).

Ceará

Quatro municípios do Ceará – Santana do Cariri, Frecheirinha, Tianguá e Umari - tiveram eleições suplementares neste domingo (3) para a escolha de prefeitos e vices. Isso porque os eleitos em 2016 perderam os mandatos em decisões do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Superior Tribunal Eleitoral (TSE). Os eleitos cumprem mandatos de dois anos até as próximas eleições municipais, em 2020.


Em Santana do Cariri, venceu Pedro Henrique (MDB) com 50,08% dos votos válidos (5.004), apenas 15 votos de diferença do segundo candidato, que obteve 49,92% dos votos válidos (4.989). Foram apurados 12.178 votos e o município teve 13,68% de abstenção. De acordo com o TRE-CE, 10.512 eleitores compareceram às urnas, número que representa 86,32% do eleitorado. Como a cidade não tem 200 mil eleitores não haverá segundo turno.

Frecheirinha

Em Frecheirinha, no Litoral Oeste do Ceará, Helton Luís (PDT) foi eleito com 100% dos votos válidos: 4.934. No município compareceram às urnas 9.996 eleitores (90,29%). O índice de abstenção ficou em 9,71%, quando 1.075 eleitores deixaram de comparecer às urnas. Os votos nulos somaram 4.969, o que representa 49,71% do total de votos.

Umari

Com 56,9% dos votos válidos, os eleitores de Umari escolheram a candidata Neide (PSB) para dirigir o município até 2020. Ela conquistou 2.739 dos 4.814 votos válidos. O índice de abstenção no município ficou em 19,9%, com a ausência de 1.250 eleitores. Segundo o TSE, 5.030 eleitores votaram, o que representa 80,1% do total.

Tianguá

Com 22.203 votos válidos, Dr. Jaydson (PTB) foi eleito prefeito de Tianguá, na Região Norte do Ceará. Nesta eleição suplementar, 44.386 eleitores foram às urnas, 88,71% do total. O índice de abstenção no município foi de 11,29%, o que representa 5.647 eleitores. Com a vitória, Dr. Jaydson cumpre dois anos de mandato, até as eleições municipais em 2020.

No Ceará, já ocorreram eleições suplementares em 2007, 2011 e 2013, relativas aos pleitos 2004, 2008 e 2012 respectivamente.

Outras cidades

Os tribunais regionais eleitorais ainda divulgam neste domingo resultados em outras cidades. No Tocantins, haverá segundo turno entre Mauro Carlesse (PHS), governador interino, e o senador Vicentinho (PR). A votação ocorrerá no dia 24 deste mês.

Por Agência Brasil e G1 CE


0 comentários:

Postar um comentário