Publicidade

Humberto cumpre agenda no Interior


Mantendo o objetivo de percorrer o máximo de municípios de Pernambuco este ano, o senador Humberto Costa (PT) cumpre agenda nas cidades de São Joaquim do Monte, Agreste, e em Água Preta, na Zona da Mata. Entre as atividades previstas estão encontros com movimentos sociais e a entrega oficial de carro para os Conselhos Tutelares dos dois municípios.

“Em um momento de crise política como esse, em que desrespeitaram os votos de 54 milhões de brasileiros que escolheram a presidente Dilma Rousseff (PT) presidente, nós temos que fazer uma grande mobilização. Denunciar o golpe no plenário, nas ruas e nas redes. Vamos percorrer todos os municípios possíveis para alertar a população sobre o risco do governo Temer, ouvir suas demandas e ajudar as cidades, que tendem a sofrer ainda mais com cortes em áreas como educação e saúde já anunciados por esse governo provisório”, disse o senador.

A agenda do senador começa por Água Preta, onde se reúne com o prefeito da cidade, Armando Souto (PDT) e representantes dos movimentos sociais. Depois participa da entrega de carro para o Conselho Tutelar do município. “Os conselhos tem papel importantíssimo para garantir o cumprimento do estatuto da criança e do adolescente. O novo veículo vai ajudar no deslocamento dos conselheiros e na melhoria e na ampliação do atendimento”, continuou Humberto.

De lá, Humberto segue para encontro com o prefeito de Joaquim do Monte, João Tenório Júnior (PSDB). Depois, participa da entrega de carro do Conselho Tutelar. Na cidade, Humberto ainda participa da Unidade Básica de Saúde (UBS), no Bairro Novo. A unidade vai beneficiar 2.500 pessoas e teve recursos da ordem de R$ 408 mil do governo da então presidente, Dilma Rousseff (PT).

“Esta é uma ação importante. Leva saúde direto para a população. O governo Dilma, mesmo com todas as dificuldades, sempre teve um olhar especial para o nosso Estado. Não mediu esforços para garantir recursos, especialmente para aqueles que mais precisam. Por isso, precisamos seguir lutando para daqui a 180 dias Dilma retorne para evitarmos maiores retrocessos”, afirmou.

Assessoria de Imprensa do Senador Humberto Costa

Comentários

Publicidade