Publicidade

Piloto Justin Wilson morre após grave acidente na Fórmula Indy


O piloto britânico Justin Wilson não resistiu aos graves ferimentos decorrentes do acidente sofrido no último domingo, durante o GP de Pocono, penúltima etapa da Fórmula Indy, e morreu na noite de ontem. A própria organização da categoria confirmou a notícia.

“Este é um dia incrivelmente triste para a Indycar e a comunidade dos esportes a motor. Justin tinha uma incrível habilidade de guiar um carro de corrida, e essa habilidade se unia ao incrível caráter, bondade e humildade, isso o tornava um dos mais respeitados caras do paddock”, garantiu Mark Miles, o CEO da Indycar. “Somos uma grande família e agora queremos focar nossos esforços em torno da família de Justin para assegurar que eles terão todo o apoio necessário nesse tempo incrivelmente difícil”, acrescentou.

O acidente aconteceu no último domingo. Wilson foi atingido por um pedaço do carro de Sage Karam, que chocou-se contra o muro, e teve de ser removido da pista por um helicóptero.

A organização da prova rapidamente encaminhou o piloto para o hospital, a fim de acelerar os exames e o resultado de um diagnóstico definitivo sobre o estado de saúde. O primeiro boletim fora divulgado na noite de domingo, quando confirmou-se a informação de que o britânico estava em coma.

Desde 2008 na categoria, o piloto inglês também disputou a Fórmula 1, em 2003, tendo passado pela Minardi e Jaguar. Na Indy, Wilson somou sete vitórias — a mais recente no GP do Texas de 2012 — e oito pole positions em 174 corridas disputadas dentro da categoria americana.

A morte de Justin Wilson é a segunda nas grandes categorias somente neste ano e a primeira na Indy desde Dan Wheldon, que faleceu após sofrer um grave acidente na última etapa da temporada de 2011, ocorrida em Las Vegas. Antes de Wilson neste ano, o francês Jules Bianchi, ex-piloto da Marussia na F-1, não resistiu a meses de tratamento na França.

Correio Braziliense

Comentários

Publicidade