Publicidade

Santana do Ipanema(AL): Operação policial prende vereadores e ex-vereadores por vários crimes; Eles são apontados como responsáveis por desviar R$ 2.318.009,57 dos cofres públicos

Câmara Municipal de Santana do Ipanema-AL

O Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público Estadual, em parceria com policias da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), realizaram uma operação na madrugada desta sexta-feira (08) para cumprir 14 mandados de prisão contra vereadores e ex-vereadores de Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas.

Eles foram denunciados pelo MP por crimes de fraude à licitação, peculato, falsidade ideológica e formação de quadrilha porque compraram combustíveis e alugaram veículos em desrespeito a Lei de Licitações entre os anos de 2008 e 2012. Eles são apontados como responsáveis por desviar R$ 2.318.009,57 dos cofres públicos daquele Poder Legislativo.

Foram presos os atuais vereadores Luciano Gaia Nepomuceno (PR), Genildo Bezerra da Silva (PR), mais conhecido como "Papa Tudo", e José Vaz (PSDC), além dos ex-parlamentares Ademildo Soares dos Santos, Adenílson Oliveira Silva, José Enaldo de Melo, Ana Cláudia Nunes, Eudes Vieira da Paixão, Kátia de Oliveira Barros Gaia e Josefa Eliana Silva Bezerra. Todos foram presos em casa e ninguém reagiu a prisão.


Quatro denunciados não foram localizados, mas Ministério Público e a Polícia Civil estão tentando seus endereços. Os acusados estão sendo levados para a sede da Deic, onde serão ouvidos. Em seguida, vão para o Instituto Médico Legal para a realização dos exames de corpo de delito.

As investigações do Gecoc tiveram início no final do ano passado, após a análise de documentos recolhidos durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão na sede do Poder Legislativo de Santana do Ipanema.

Segundo a denúncia, os vereadores adquiriam combustíveis e alugavam carros através de contratos irregulares, e beneficiavam amigos e correligionários com pagamentos oriundos da verba de gabinete.

Participaram da operação 40 agentes e foram utilizados 10 viaturas e um ônibus para auxiliar no cumprimento dos mandados expedido pela 17ª Vara Criminal da Capital.

G1 AL

Comentários

Publicidade