Publicidade

Ciúme motivou homem a matar maquiadora a facadas na PB, diz PM


Morte da maquiadora Sabrina Cirino Rodrigues, de 27 anos, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, foi motivada por ciúmes do companheiro, com o qual morava há seis meses, de acordo com o capitão Antônio de Souza, do 1º Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp) de Manaíra. A mulher foi morta a facadas na noite de quinta-feira (26), na Avenida Maria Maria Rosa, após uma discussão.

Ainda conforme capitão Antônio, da Polícia Militar, o suspeito desconfiou que Sabrina queria terminar a relação e, “para que ela não fosse de mais ninguém”, resolveu matá-la. O homem foi preso no Centro, em João Pessoa, nesta sexta-feira (27), e foi levado para a Delegacia de Homicídios, na Central de Polícia, no bairro do Geisel, na capital. A polícia conseguiu localizar a arma e as roupas que que o suspeito usava na hora do crime.

Circuito interno registrou ação
As câmeras de segurança da Avenida Maria Rosa, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, registraram o momento em que a maquiadora foi morta a facadas pelo namorado. As imagens do circuito flagraram o crime e mostram o homem agredindo a mulher e a empurrando para o chão.

Os vizinhos da rua onde aconteceu o homicídio informaram que ouviram os gritos da mulher pedindo para o companheiro parar com as agressões. A discussão e o espancamento teriam durado, em média, dez minutos.

A mulher era maquiadora e convivia com o suspeito há seis meses, testemunhas contaram que eles seguiam pela rua brigando e a polícia também identificou que as brigas entre o casal eram recorrentes.

Segundo o delegado Pedro Ivo, que vai conduzir as investigações, o preso confessou o crime aos Policiais Militares. Ele diz que tanto a faca apreendida quanto as roupas sujas de sangue vão passar por perícia. "Vamos analisar todas as provas e começar a lavratura do flagrante", disse antes de ouvir o depoimento do homem.

A mulher foi socorrida pelo Samu e encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ela deu entrada na unidade na madrugada de sexta, de acordo com o boletim médico, mas não resistiu aos ferimentos.

G1 PB

Comentários

Publicidade