Publicidade

Plano vai fortalecer Salgueiro como polo econômico pernambucano


Nesta semana será dado mais um passo para a consolidação da região circunvizinha de Salgueiro, no Sertão, como um polo de desenvolvimento da economia pernambucana. A Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco - Condepe/Fidem vai dar inicio a elaboração do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do município e seu entorno. Neste sentido será realizada uma primeira reunião entre os técnicos da entidade e da consultoria contratada para a realização de atividades. Entre as etapas previstas no plano de trabalho estão : a mobilização social, a caracterização da área, a preparação de diagnóstico situacional e a identificação de diretrizes gerais e propostas, além da consolidação do plano.

A área a ser estudada abrange dez municípios. Além de Salgueiro, serão contemplados : Cedro, Serrita, Parnamirim, Terra Nova, Carnaubeira da Penha, Verdejante, Mirandiba, São José do Belmonte, Cabrobó e Belém do São Francisco. A ação tem aporte financeiro da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), ligada ao Ministério da Integração Nacional. A região tem uma população estimada de cerca de 220 mil habitantes, o índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,670 e a vocação econômica local se baseia na agropecuária e no comércio e serviços.

A área foi escolhida para a realização do trabalho por causa da localização privilegiada do ponto de vista logístico e geográfico, já que Salgueiro conecta os municípios dos Estados do Nordeste e do Centro Sul, por causa do cruzamento entre rodovias importantes como a BR-232 e a BR-116 . Outro fator é a perspectiva da implantação de investimentos de grande porte no Sertão a exemplo da Transnordestina, da Plataforma Logística Multimodal de Salgueiro, do Projeto de Integração do Rio São Francisco, do Canal do Sertão e da Ponte do Ibó, esta última, interligando três estados: Bahia, Pernambuco e Ceará e em plena operação, que vão impactar diretamente na área, favorecendo a atração de empreendimentos para o local. "O estudo vem ampliar a capacidade de gerar novas oportunidades para a região, e melhorar a qualidade de vida da população", explica o presidente da Agência Condepe/Fidem, Flávio Figueiredo.

Segundo ele, o plano a ser proposto pela Agência Condepe/Fidem vai orientar as iniciativas de diferentes atores (públicos ou privados) na região e potencializar a organização e o planejamento integrado do município e de seu entorno, de forma a alcançar o desenvolvimento sustentável, consolidando a região como um Polo dinâmico do Estado.

Através Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável serão identificadas as principais potencialidades e desafios na perspectiva econômica, social e de logística, através de visitas técnicas e levantamento descritivo e cartográfico da área. Também serão elaboradas as propostas que permitirão o desenvolvimento integrado e sustentável na região, identificando possibilidades de investimentos em educação, saúde, entre outras. A população será envolvida nas diversas etapas através da realização de oficinas de trabalho. “O plano propõe o diálogo constante entre os municípios, sociedade e poder público para discutir e entender o estudo, garantindo seu sucesso e a sua capacidade de apontar soluções para um desenvolvimento planejado”, ressaltou a diretora de articulação e de Apoio ao Desenvolvimento Regional, Graça Tavares.

Blog de Notícias do Governo de Pernambuco

Comentários

Publicidade