Publicidade

CPI do Assassinato de Jovens aprova ida a Pernambuco

Foto: Alessandro Dantas/Liderança do PT

A pedido do líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o assassinato de jovens no Brasil aprovou, nesta quinta-feira (28), ida dos senadores a Pernambuco para realizar audiência pública com a finalidade de discutir o tema.

Os senadores chegarão ao Estado, em data ainda a ser definida, para debater com as autoridades e a sociedade pernambucanas os altos índices de mortes violentas de jovens no Estado, especialmente os do sexo masculino, negros e pobres.

“Os índices são alarmantes. O Fórum Nacional de Segurança Pública aponta Pernambuco como o segundo Estado brasileiro de risco considerado ‘muito alto’ para os jovens. Em todo o território nacional, ficamos atrás, apenas, da Paraíba”, afirmou Humberto, que integra a CPI. “Esse é um dado que precisa ser compreendido para que possamos combater as suas causas.”

Humberto ressalta que o Pacto pela Vida estabelecido em Pernambuco foi uma política pública de grande relevância para o combate à violência no Estado, mas que novas ações precisam ser colocadas em prática para reverter índices ainda negativos. “Nossos jovens têm sido muito mais vítimas do que autores de crimes na sociedade”, explicou o líder do PT. Em Pernambuco, de acordo com levantamentos da CPI, morrem 11 vezes mais jovens negros do que brancos.

A Comissão solicitou à Secretaria de Vigilância em Saúde que forneça dados sobre as declarações de óbitos de todas as unidades da Federação disponíveis tanto no Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), como no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Para o DataSUS, órgão do Ministério da Saúde, a CPI determinou que sejam encaminhadas estimativas de população por Estado e município. O objetivo da Comissão será verificar, com o cruzamento de dados, as localidades com maior incidência de mortalidade de jovens e as características dessas mortes.

Além de Pernambuco, serão realizadas audiências no Maranhão, Rio Grande do Norte, Bahia, Roraima e Goiás, além de visitas in loco às cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Assessoria de Imprensa Senador Humberto Costa

Comentários

Publicidade