Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

CPRH realiza seminário sobre pesquisas que envolvem animais silvestres e unidades de conservação de Pernambuco


Pesquisas realizadas em Unidades de Conservação de Pernambuco (UCS) e também as que estão sendo realizadas no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara) serão apresentadas amanhã (27), no auditório do Centro de Biociências da UFPE (Av. Prof. Moraes Rego, 1235 – Cidade Universitária – Recife), das 8h-12 e das 13 às 17h, no seminário “Pesquisas técnico científicas e suas contribuições para gestão da biodiversidade do estado de Pernambuco”.

No evento, também será lançada a publicação “Pesquisas Científicas e Práticas de Educação Ambiental no Refúgio de Vida Silvestre Matas do Sistema (RVS) Gurjaú”, com distribuição gratuita aos participantes do seminário. O Refúgio é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, que abrange parte dos municípios de Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho e Moreno, totalizando uma área de 1.077,1 hectares de área protegida. Umas das pesquisas na área revelou a existência de uma espécie de borboleta, que até então não havia sido registrada por pesquisadores.

A programação contempla ainda atividades de educação ambiental, soltura de animais e a campanha de entrega voluntária de animais silvestres. A criação e comercialização de animais silvestres é crime ambiental e o infrator está sujeito às penalidades previstas na legislação ambiental. “Quando a entrega dos animais silvestres é feita de forma voluntaria, quer seja na CPRH ou no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco e nessas campanhas de conscientização, não aplicamos penalidades.”, explicou o diretor presidente da PCRH, Eduardo Elvino. A programação completa da Semana da Biodiversidade de Pernambuco está disponível na página da Agência (www.cprh.pe.gov.br), com atividades gratuitas.

PROGRAMAÇÃO DO SEMINÁRIO

Local : Auditório do Centro de Biociências da UFPE - Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária – Recife
Horário – Das 8h às 12h e das 13 às17h

- Lançamento do Livro: Pesquisas Científicas e Práticas de Educação Ambiental no Refúgio de Vida Silvestre Matas do Sistema Gurjaú

- Seminário - “Pesquisas técnico científicas e suas contribuições para gestão da biodiversidade do estado de Pernambuco”

- Mesa-redonda 1: Estudos sobre a fauna silvestre e parcerias com o CETAS Tangara

- Palestra 1: Próteses 3D: novas perspectivas em saúde animal
Palestrante: Maria Cristina de Oliveira Coelho. Médica veterinária, Doutora em Ciência Animal da UFRPE

- Palestra 2: Projeto Jacaré LIAR/UFRPE: contribuições para o conhecimento e conservação dos crocodilianos da Mata Atlântica do Nordeste

Palestrante: Jozélia Maria de Souza Correia. Profª do Departamento de Biologia da UFRPE, Coordenadora do LIAR – Laboratório Interdisciplinar de Anfíbios e Répteis

- Palestra 3: Projeto Fauna Legal: maus tratos em animais silvestres
Palestrante: Luana Raposo

- Palestra 4: Protegendo os primatas de Pernambuco: ação conjunta entre CETAS e UFRPE
Palestrante: Maria Adélia de Oliveira, Profª do Departamento de Medicina Veterinária da UFRPE e Gleyce Silva do Nascimento, graduanda de Medicina Veterinária, executora do Projeto Primatas de Pernambuco

- Palestra 5: Levantamento de casos clínicos do CETAS Tangara
Palestrante: Natália Costa. Médica veterinária do CETAS Tangara, Pós-graduanda em clínica e cirurgia de pequenos animais

- Palestra 6: Projeto Papagaio da Caatinga - Projeto Macacos do Sertão e Projeto Saguis do Nordeste
Palestrante: Yuri Valença. Biólogo, Mestre em Biologia Animal, responsável pelo CETAS Tangara

- Mesa-redonda 2: Pesquisas científicas nas Unidades de Conservação – experiências, resultados e contribuições à gestão

- Palestra 1: O que sabemos sobre os líquens no Nordeste Brasileiro?
Palestrante: Edvaneide Leandro de Lima

- Palestra 2: Análise multidimensional da sustentabilidade da pesca artesanal em Unidades de Conservação
Palestrante: Beatriz Mesquita Pedrosa, pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco

- Palestra 3: Entomofauna ocorrente em áreas restauradas e sua importância na conservação e manejo da biodiversidade
Palestrante: Maria da Penha Moreira Gonçalves. Profª Doutora em Ciências Florestais

- Palestra 4: Percepção das comunidades do entorno sobre as Unidades de Conservação urbana e rural
Palestrante: José Severino Bento da Silva

- Palestra 5: Áreas urbanas ou áreas rurais: qual uso do solo no entorno da floresta induz maior intensidade de efeito de borda sobre as características funcionais das plantas?
Palestrante: Tassiane Novacosque Feitosa Guerra. Bióloga, Doutora em Botânica e Gerente da Unidade de Gestão da Qualidade Ambiental da CPRH

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH

Comentários

Publicidade