Publicidade

Policial militar é reconhecido e morto a tiros no RJ

Jefferson Franklin dos Santos tinha 29 anos - Arquivo Pessoal

Um policial militar foi morto a tiros, na noite desta segunda-feira, em Padre Miguel, Zona Oeste do Rio. O soldado Jefferson Franklin dos Santos, de 29 anos, teria sido reconhecido como PM e assassinado durante uma abordagem de criminosos na Rua Ibitiúva, perto das Faculdades Integradas Simonsen. O agente era lotado na UPP Adeus/Baiana, no Complexo do Alemão, e estava de folga. Ele estava na corporação desde 2014 e deixa esposa e uma filha.

De acordo com a Polícia Militar, os bandidos teriam identificado Jefferson como policial antes dos disparos. Na ação, os criminosos também roubaram a arma do agente.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) foi acionada, fez perícia no local e busca imagens de câmeras de segurança que possam identificar os autores do crime. Ainda não há informações sobre a data e local de sepultamento do militar.

Uma amiga do policial desabafou, nas redes sociais, sobre a morte do agente. "Meu amigo não chegou a completar 30 anos, não verá a filha crescer, deixou toda a família assim, num piscar de olhos, e sabe por quê? Porque acreditava que podia fazer a diferença e proteger aos cidadãos de bem, porque acreditava num ideal. Dói ver um policial ser assassinado e dói mais quando ele foi seu amigo de adolescência. Foram muitos anos compartilhados. Enfim, amanhã ele será mais um na estatística. Que o Espírito Santo console o coração da família e todos os amigos".

O Dia-RJ

Comentários

Publicidade