quinta-feira, 9 de agosto de 2018

PM é detido após confusão e morre em hospital no Recife


Um policial militar morreu vítima de uma parada cardíaca depois de se envolver em uma confusão no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, na madrugada de segunda-feira (6). Durante o tumulto, o soldado Washington Henrique Nascimento Junior teria forçado um gradil e quebrado a porta de vidro de um edifício antes de ser detido por uma equipe de policiais acionada por populares. Por estar muito agitado, o praça foi conduzido a um hospital particular localizado na Avenida Conselheiro Aguiar.

De acordo com informações do 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM), no qual o soldado era lotado, o PM estava agitado e bastante agressivo em frente a um prédio localizado no cruzamento da Rua Dona Benvinda de Farias com a Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. No local, manchas de sangue ainda podiam ser vistas nesta manhã.

Washington Junior foi levado a um hospital particular localizado na vizinhança em uma viatura do Batalhão de Trânsito (BPTran), mas não resistiu e morreu pouco depois de dar entrada na unidade. A causa do ataque cardíaco ainda está sendo investigada e só deve ser confirmada após a realização de exames.

O PM estava de folga na madrugada do ocorrido. Segundo o 19º BPM, a mãe dele está vindo de São Paulo, onde mora parte da família, para acompanhar o enterro. De acordo com amigos da família, Washington presenciou, quando jovem, o assassinato do pai, funcionário de uma emissora de TV, morto durante um assalto na porta da casa da família, em Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife.

PM tinha mais de 80 mil seguidores em rede social

O soldado Washington Junior tinha grande popularidade nas redes sociais. No Instagram, por exemplo, ele tinha 81,8 seguidores. Algumas de suas fotos chegavam a ter até 4 mil curtidas. O conteúdo variava entre fotos do PM fardado, ida a cultos da igreja IBJSP e momentos de diversão com a esposa e o filho. Ele costumava postar versículos da Bíblia, demonstrando um forte apego à religião evangélica.

Segundo o 19º BPM, Washington era um policial ativo, que inclusive dava palestras sobre prevenção de uso de entorpecentes em escola. Ele concluiu um curso no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) na sexta-feira passada (3).

Por: Por: Redação OP9


0 comentários:

Postar um comentário