Publicidade

Fernando Bezerra Coelho promove audiência pública em Petrolina para discutir renegociação de créditos rurais


O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) antecipou que irá promover uma audiência pública na próxima sexta-feira, dia 11, em Petrolina, para discutir a renegociação das dívidas dos produtores rurais. O senador é presidente da comissão mista que analisa a Medida Provisória 707, que além desse tema também debate renegociação de financiamentos para caminhoneiros e empresas de transporte e cargas.

“De forma especial estamos preocupados com as dívidas daqueles que produzem no semiárido nordestino, afinal enfrentamos quase quatro anos de seca e as pessoas perderam a capacidade de gerar receita e renda. É importante que tenhamos instrumentos para que os agricultores possam saldar suas dívidas e voltar a trabalhar”, destacou. O evento, que ainda não tem local definido, irá reunir trabalhadores e empresários do setor, além de representantes do Governo Federal e dos bancos públicos.

Desde que foi eleito presidente da comissão, no dia 25 de fevereiro, Fernando Bezerra já conversou com os presidentes das federações dos Trabalhadores em Agricultura Familiar (Fetraf), João Santos, e com o presidente da Federação em Agricultura do Estado de Pernambuco (Feape), Pio Guerra. O senador também se reuniu com o superintendente da Sudene, João Paulo Lima e Silva, para pedir à instituição sugestões que possam ser apreciadas pela Comissão Mista.

Agenda 40- Fernando Bezerra está em Petrolina, onde participa desde a quinta à noite de atividades do PSB local. Ao lado do presidente municipal da legenda, o deputado estadual Miguel Coelho, ele compareceu à sexta edição da Agenda 40, realizada no bairro do Idalino Bezerra. Os moradores levaram muitas reivindicações ao encontro, especialmente quando o assunto foi saneamento básico. O senador criticou a atual gestão municipal, que investiu pouco no setor. “Todos os prefeitos que já passaram por Petrolina trabalharam pelo saneamento, em maiores ou menores medidas. No entanto, a atual gestão terá dificuldades de apontar quantos quilômetros saneou na cidade”, afirmou.

Ascom Senador Fernando Bezerra Coelho

Comentários

Publicidade