sexta-feira, 31 de julho de 2015

Ação conjunta prende oito suspeitos de crimes no Sertão de Alagoas


Uma operação conjunta das policias Civil e Militar prendeu oito suspeitos de integrar uma quadrilha envolvida em vários crimes no município deSantana do Ipanema, no Sertão de Alagoas. A ação aconteceu entre a quinta-feira (30) e a madrugada desta sexta-feira (31).

A operação foi comandada pelo delegado Fábio Costa, da 11ª Delegacia Regional de Santana do Ipanema, e teve participação de militares da Radiopatrulha e do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), do 7º Batalhão da Polícia Militar (BPM), sob o comando do coronel Marcos Costa.

Entre os presos está Jeferson da Silva Nunes, o “Kel”. Segundo a polícia, ele é um dos envolvidos nas mortes de Antônio Ferreira Monteiro e Cícero Saturnino da Silva, que foram assassinados a tiros e tiveram os corpos queimados naquela cidade.

Nunes também é suspeito de integrar uma organização criminosa que foi descoberta nos últimos dias na região e que tinha envolvimento em vários crimes. Sua prisão foi em cumprimento a um mandado expedido pelo juiz Diego Araújo Dantas.

Também foram presos Januário da Silva, Almir da Silva Neri e Maria José de Souza Gonçalo, conhecida por “Ninha”. Eles foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.


De acordo com a polícia, os três foram flagrados no momento em que “Ninha” tentava entregar meio quilo de maconha aos dois outros traficantes. Além da droga, também foi apreendido dinheiro “trocado”, supostamente resultante da venda da droga.

Os policiais também prenderam Kennedy Brito da Conceição e Gilberto de Moura Bispo, que confessaram a participação no assalto a um mercadinho, ocorrido na última quarta-feira (29), naquela cidade.

Já José Elias Craíba, conhecido por “Chumbo”, foi preso, porque guardava, em sua casa, a arma utilizada no roubo ao mercadinho, sendo autuado por posse ilegal de arma de fogo.

Gilberto também confessou que, juntamente com Paulo Henrique Chagas, praticou tentativa de homicídio contra um jovem identificado como Guilherme, crime acontecido na semana passada. O jovem foi atingido a tiros e ainda está hospitalizado.

Com base nesta informação, os policiais conseguiram prender Paulo Henrique e, com ele, foi apreendido um revólver calibre 38, usado na tentativa de homicídio. Ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

“Para a realização desse trabalho, que visa reduzir a criminalidade e levar segurança aos habitantes da região, contamos com o total apoio da diretora de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA-1), delegada Ana Luíza Nogueira, como do delegado-geral Paulo Cerqueira”, destacou o delegado Fábio Costa.

G1 AL

Nenhum comentário:

Postar um comentário