Publicidade

Policial militar de Alagoas é morto com tiro na cabeça em Pernambuco

 

Policial militar estava acompanhado da esposa, que está grávida, quando foi morto - Foto: Cortesia

Um policial militar de Alagoas foi morto, na madrugada deste sábado (21), com um tiro na cabeça, na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco. A vítima foi identificada como Johnson Bulhões da Rosa Silva, de 27 anos, e estava acompanhado da esposa quando foi assassinado. A mulher está grávida de três meses.

De acordo com as investigações, o policial militar estava passando uns dias de folga em Porto de Galinhas com familiares. Ele estava caminhando quando dois homens em uma moto teriam percebido que ele estava com uma arma na cintura e anunciaram o assalto. O policial reagiu e foi atingido com o tiro. O revólver dele foi levado pelos criminosos.

Segundo um amigo do policial militar, que preferiu não se identificar, essa era a primeira vez que ele visitava Porto de Galinhas e Johnson seria uma pessoa tranquila. “Não tinha complicações com ninguém, não tinha nenhum tipo de ameaça sendo feita a ele. Era um cara super tranquilo e que procurava fazer o seu serviço da melhor forma possível, sem arrumar muitas complicações. Ele não conhecia ninguém de Pernambuco, veio realmente como turista para conhecer a cidade”, contou.

Johnson Bulhões era soldado do Batalhão de Polícia Rodoviária de Alagoas desde 2018. Ele chegou a ser socorrido por uma equipe da Ciatur para UPA de Ipojuca e posteriormente para o Hospital da Restauração, mas não resistiu.

Segundo a assessoria de comunicação do Hospital da Restauração, o policial militar deu entrada às 2h30 e foi a óbito às 2h50. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML).
Investigação

Por meio de nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que está investigando o homicídio. Foi instaurado inquérito policial para apurar o caso, identificar a autoria e a motivação do crime. O caso está com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Luto

A página do Instagram da Polícia Militar de Alagoas postou uma mensagem lamentando a morte de Johnson Bulhões da Rosa Silva, de 27 anos.

Portal do Jornal do Commercio

Comentários

Publicidade