Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Sheherazade usa hashtag “#EleNão” e causa polêmica no Twitter

O tweet é uma resposta direta às declarações polêmicas do General Mourão desta segunda (17)

Os seguidores do Twitter da jornalista Rachel Sheherazade se surpreenderam com um post feito nesta terça-feira (18). Em resposta direta às declarações do general da reserva Hamilton Mourão, vice do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), ela se declarou mulher criada por mãe e avó e ainda disse criar dois filhos sozinha. “Não. Não somos criminosas. Somos HEROÍNAS! #elenao”, completou.

Na segunda (17), o vice de Bolsonaro afirmou que famílias pobres “sem pai e avô, mas com mãe e avó” são “fábricas de desajustados” que oferecem mão de obra ao narcotráfico.

A hashtag utilizada no final do tweet foi criada por um grupo de mulheres contra o candidato à presidência do PSL. O comentário inesperado gerou uma série de comentários negativos mencionando a jornalista.

Rachel chegou a discutir com alguns dos seguidores. “Você é uma jornalista séria e admiro seu trabalho. Não foi isso que o Mourão quis dizer. Pare de distorcer os fatos e continue a ser imparcial como você sempre é”, pontuou um deles. Em resposta ela escreveu: “Pare de se iludir e tentar encobrir todas as atrocidades do seu candidato. Faça um exame de consciência e veja se esse é o clima de ódio que você quer para o seu país”.

Um outro seguidor resolveu contestar a “coerência” da jornalista: “Isso. Apoie a esquerda que te massacrou”. Rachel então rebateu: “Isso não é um apoio aos comunistas. É um repúdio aos fascistas”.

Notícias relacionadas

Correio 24 Horas

Comentários

Publicidade