quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Rands explica propostas sobre ferrovia e duplicação até Petrolina


Foto: Jan Ribeiro/Secult-PE

Um dia depois do Debate do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, o primeiro transmitido ao vivo pela tevê, o candidato Maurício Rands teve que detalhar as informações sobre as propostas estruturadoras que apresentou, como a duplicação da BR-232 em direção a Petrolina, a partir de São Caetano, e a construção de uma ferrovia, ligando Goiânia a Suape. “São propostas que estão dentro de um novo modelo de gestão, com mais criatividade e melhor uso dos recursos do Estado”, disse o candidato da coligação O Pernambuco que você quer.

Maurício Rands passou esta quarta-feira (dia 26) concedendo entrevistas para rádios de diferentes regiões do Estado, sempre tratando de pontos do programa de governo da coligação O Pernambuco que você quer. As perguntas buscaram informações sobre as duas novas propostas da campanha eleitoral. “O plano é estruturador para o desenvolvimento do Estado de Pernambuco, capaz de interiorizar o desenvolvimento e também ajudar na solução de problemas de mobilidade no Grande Recife”, argumentou Maurício Rands.

A ideia da ferrovia unindo Goiânia ao Porto de Suape também está no campo das propostas estruturadoras e capaz de resolver alguns problemas do Grande Recife. A nova ferrovia iria aproximar as empresas automotiva, vidreira, fármaco-químicas e cervejeiras com o Porto de Suape. A ferrovia seria usada para o transporte de cargas e também para o passageiros, o que pode ajudar na mobilidade dos cidadãos no Grande Recife. As pessoas poderiam viajar de Goiânia para o Recife, para Jaboatão dos Guararapes ou para o Cabo de Santo Agostinho ao preço de uma passagem de trem, mais econômica do que as de ônibus. Outra vantagem na proposta que Maurício Rands detalhou: a nova ferrovia seria construída no leito de antigas ferrovias abandonadas. “Isso simplifica o trajeto e reduz o custo das desapropriações”, disse Maurício Rands.

O candidato ao governo de Pernambuco disse que os recursos para estes importantes investimentos virão a partir de financiamento de bancos internacionais, que vão receber alguns ativos do Estado em garantia. “O Estado possui cerca de R$ 3 bilhões em patrimônio e, alguns desses bens, podem servir para gerar mais crescimento”. Ao perguntarem quais ativos o candidato se refere, Rands disse que Pernambuco possui 51% de participação na Copergás, uma empresa de gás. “O valor é mais do que suficiente para iniciarmos as obras”, disse.

A agenda desta quarta-feira foi rica em entrevistas à rádios e emissora de TV. Logo às 6h, foi entrevistado pela Maranata, em Jaboatão dos Guararapes. Também conversou com as rádios de Ipojuca, de São José do Egito, de Garanhuns e de Nazaré da Mata. À noite, foi o entrevistado do Jornal da Clube, na TV Clube.

Assessoria de Imprensa Maurício Rands


0 comentários:

Postar um comentário