segunda-feira, 23 de julho de 2018

Goleiro argentino é assassinado em porta de boate; outro jogador é acusado do crime

Jogador argentino foi morto em briga na rua (Foto: Reprodução)

O futebol argentino está de luto por conta de uma tragédia que aconteceu fora dos gramados. Após uma briga na porta de uma boate, o goleiro Facundo Espíndola, ex-arqueiro de River Plate e Lanús, de 25 anos, foi esfaqueado no peito e não resistiu ao ferimento. Um dos acusados do crime é Nahuel Oviedo, ex-atacante do Huracán, atualmente no San Telmo. O caso aconteceu em Hurlingham, região metropolitana de Buenos Aires.

De acordo com o jornal "Olé", a confusão começou por volta das 6 da manhã, em frente a uma boate, depois terminando no estacionamento de um restaurante fast food. Os envolvidos na briga trocaram golpes. Em seguida, Espíndola foi atingido por um golpe de faca e não sobreviveu.

Ainda segundo a publicação, Oviedo saiu do local em um carro branco, mas acabou detido na localidade de Villa Tesei. Ele e o cúmplice estão detido, acusados de homicídio simples.

Ex-jogador do Uracán, Oviedo já tinha antecedentes criminais. Em 2011, foi condenado a três anos por roubo de residência. Dois anos depois, foi detido por agredir uma mulher policial.

ATENÇÃO: o vídeo abaixo contém cenas fortes


Por Globoesporte.com, Hurlingham, Argentina


0 comentários:

Postar um comentário