domingo, 20 de maio de 2018

Em Encontro de Governadores, Lucas Ramos critica pressa do Governo Federal em privatizar a Eletrobras



O deputado estadual Lucas Ramos (PSB) alertou, durante o Fórum de Governadores do Nordeste e de Minas Gerais realizado na última sexta-feira (18) no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, para a falta de diálogo por parte do Governo Federal ao buscar viabilizar a privatização do Sistema Eletrobras, que inclui a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) entre suas subsidiárias. Lucas destacou que o governo Temer tem dedicado esforços para vender a estatal de forma apressada e sem promover o debate com a sociedade.

“É notório o esforço do presidente Temer, de seus ministros e de toda a base aliada ao despender uma energia sobre-humana para vender por menos de 5% do valor de mercado um conglomerado de empresas cujo patrimônio é estimado em R$ 400 bilhões”, avaliou. Ontem, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou edital para contratação de serviços necessários para estruturação e definição do modelo de privatização da estatal, uma forma de apressar a desestatização. “Gostaríamos de ver o mesmo empenho no debate de temas mais urgentes, como o Plano de Desenvolvimento do Nordeste, a reestruturação do Pacto Federativo e as reformas da Previdência e Tributária”, enfatizou.

Na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Lucas Ramos presidente a Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, a primeira a ser instalada no país. O socialista ressaltou que em nenhum momento o Governo Federal enviou representantes para participar das discussões. “Já realizamos 12 audiências públicas, quatro atos públicos, cinco visitas institucionais e três visitas técnicas às usinas hidrelétricas e ao Projeto de Transposição do Rio São Francisco. Em nenhum momento aqueles que defendem a privatização das empresas do sistema elétrico compareceram”, argumentou.

O mesmo entendimento tem o governador Paulo Câmara (PSB). “Discutimos a privatização da Eletrobras com os governadores e todos são contra esse processo colocado sem transparência e forma acelerada pelo Governo Federal”, afirmou. “Trata-se de um ponto fundamental para o Nordeste uma vez que estamos falando do controle das águas do Rio São Francisco, fundamentais para o equilíbrio da região”, concluiu. Lucas Ramos enfatizou a importância das águas do Velho Chico para o desenvolvimento nacional: “continuaremos defendendo o rio da integração nacional, tão importante para o abastecimento, a pesca artesanal, a agricultura familiar e irrigada, a pecuária e o turismo. Um rio que é patrimônio de todos os brasileiros”.

Para o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, defender a Companhia é responsabilidade dos gestores públicos estaduais. “Estamos acompanhando o trabalho feito em Pernambuco e a posição de se contrapor à desestatização da Eletrobras é uma posição a favor do Brasil”, reiterou o socialista.

Também participaram do Fórum os governadores Wellington Dias (PI), Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE), Robinson Faria (RN) e Fernando Pimentel (MG); o senador Humberto Costa (PT), os deputados federais Tadeu Alencar (PSB), Danilo Cabral (PSB) e Luciana Santos (PC do B) e os deputados estaduais Guilherme Uchôa (PSC) e Isaltino Nascimento (PSB).

Assessoria de Imprensa deputado estadual Lucas Ramos


0 comentários:

Postar um comentário