Publicidade

Nota do senador Humberto Costa sobre uso da força na desocupação do Cais José Estelita


A propósito do uso da força pela Polícia Militar do nosso Estado para a desocupação da área do Cais José Estelita, manifesto meu profundo repúdio aos excessos e à violência contra os manifestantes que exerciam seu direito constitucional de realizar um protesto pacífico.

É absolutamente condenável o fato de o diálogo ter sido substituído pelo uso de armas, ainda que menos letais, como balas de borracha, spray de pimenta e bombas de efeito moral.

Não há razão plausível que justifique a desconstituição dos entendimentos construídos entre as partes envolvidas, com a participação do Ministério Público Federal e do Estado, por uma operação policial surpresa, como a que foi realizada na manhã desse dia 17.

Espero e confio na diligência do Governo do Estado para identificar os abusos cometidos e punir os seus autores.

Por outro lado, também não é possível que a Prefeitura do Recife – responsável pela condução e aprovação do projeto Novo Recife da forma como ele está hoje – assista de maneira passiva ao desenrolar de todo esse processo.

É necessário que a PCR assuma as suas responsabilidades no projeto e proponha as adequações necessárias a conciliar o interesse público com a segurança jurídica dos contratos firmados.

Como senador, coloco meu mandato a serviço de todas as partes envolvidas nesse processo para que, juntos, possamos construir um entendimento coletivo pela definição de um Recife mais democrático e socialmente mais justo.

Contem comigo.

Abraços!

Senador Humberto Costa

Comentários

Publicidade