Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Secretaria de Justiça e Procon/PE fiscalizam lojas e apreendem brinquedos


No Shopping Plaza, os agentes encontraram irregularidades nas lojas PBKids e Americanas (Fotos: Ray Evllyn/SJDH)

Representantes da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e fiscais do Procon/PE encerraram hoje (11), as fiscalizações em lojas e orientações ao consumidor que vai comprar brinquedo para o Dia das Crianças, comemorado nesta sexta (12). Os fiscais percorreram lojas nos shoppings Plaza e Boa Vista e nos bairros da Torre e Casa Forte. Foram encontradas irregularidades em duas lojas do Shopping Plaza.

Com o objetivo de assegurar o consumidor a fazer uma compra segura e evitar que sejam lesados, os fiscais do Procon/PE verificaram se os brinquedos possuem o selo do Inmetro, indicação da faixa etária, venda casada, se os preços estão fixados nos produtos e se as instruções para o uso estão em língua portuguesa. No Shopping Plaza, os agentes recolheram na loja PBKids cerca de 100 pacotes de massa de modelar que estavam sem o selo do Inmetro. A mesma rede de lojas, localizada em outro shopping do Recife, já havia sido notificada nesta semana pela mesma infração. Ainda no mall, itens como bonecas, massa de modelar e kits de praia infantil foram apreendidos nas Lojas Americanas, onde não constava a indicação de faixa etária, o selo do Inmetro e nem as instruções de uso.

“Nossa intenção é instruir o consumidor a fim de evitar que ele seja lesado e leve produtos de procedência duvidosa para casa. Chamamos atenção para que os pais verificarem se o brinquedo é indicado à faixa etária da criança e ficar atentos se o brinquedo tem o selo de certificação do Inmetro, pois isso significa que aquele brinquedo passou por testes de qualidade e segurança antes de ser inserido no mercado”, destacou a secretária-executiva de Justiça e Direitos do Consumidor, Mariana Pontual.

A dona de casa Marcia Leandro, 41, que comprou brinquedos para o filho e sobrinhos e presenciou as fiscalizações. “Ações como essas são importantes porque hoje em dia tem muito produto pirata, que pode fazer mal às nossas crianças. Temos que avaliar todos os itens de segurança e considerar que muitas vezes o barato pode sair caro”, opinou a cliente.

O Procon/PE também orientou a adoção de algumas medidas em caso de compras feitas pela internet como ter atenção se os sites são seguros, ver o prazo de entrega dos produtos, os valores empregados naquela compra, os juros embutidos e compras com cartões de crédito ou débito. “Deve-se adotar essa atenção para evitar decepções maiores”, finalizou Mariana.

Durante toda essa semana o Procon/PE fiscalizou cerca de 20 lojas no Centro do Recife, Shopping Tacaruna, Shopping Boa Vista, Plaza Shopping, Casa Amarela, entre outros pontos da região metropolitana. Mais de 500 produtos foram apreendidos durante toda a operação, entre eles, bolas, bonecas, skates, pula-pula e massa de modelar, entre outros. Os proprietários das lojas vão responder a um processo administrativo e podem ser multados de R$ 1.050 a R$ 9 milhões.

Os clientes que se sentirem prejudicados podem fazer a denúncia pessoalmente na sede do órgão, na Rua Floriano Peixoto, 141, no bairro de São José; ou através do 0800 282 1512.

Texto: Aurélio Duvivier/SJDH

Comentários

Publicidade