quarta-feira, 18 de abril de 2018

Lula tem passaporte e roupas furtados em Curitiba, diz presidente do PT


A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, afirmou que objetos pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram furtados em Curitiba, na madrugada desta terça-feira. Gleisi disse que foram levados passaporte, roupas e talões de cheques do petista.

A senadora contou que o carro de um assessor do petista foi arrombado na Alameda Julia da Costa, no bairro de São Francisco, próximo das imediações do diretório da sigla, na região central da capital. Segundo Gleisi, dentro do veículo havia também outros itens pessoais de Lula, como cartas escritas por eleitores, roupas de cama já lavadas e uma pasta com documentos.

O carro era usado pelo assessor do ex-presidente Edson Antônio Moura Pinto, o mesmo que, em 19 de dezembro de 2013, comprou os dois pedalinhos usados no sítio de Atibaia, também investigado pela operação lava-Jato.


A Polícia Civil do Paraná confirmou o furto, mas não informou se os itens levados pertenciam a Lula. Segundo a Polícia, o assessor do ex-presidente deixou um Ford/Ka placa QNF-2068 estacionado e, ao retornar, notou o arrombamento. Em nota, a corporação acrescentou ainda que além dos outros documentos, que incluiam um passaporte, também foram levados um frigobar e um telefone celullar.

Glesi pediu que o caso seja apurado com rigor.

— Estamos muito preocupados com esse caso de furto de objetos pessoais do presidente. Levaram roupas limpas, de cama e já lavadas, cartas, pasta com documentos com talões de cheque e passaporte. Pode ter sido um furto casual, mas pode ter sido outra coisa. Estamos falando da segurança do presidente — disse Gleisi.


Em nota, a polícia informou que o caso foi registrado no 3º Distrito Policial de Curitiba e que será investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos.

Lula está preso na superintendência da Polícia Federal do Paraná, onde cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão pelo caso do tríplex do Guarujá.

O Globo


0 comentários:

Postar um comentário