Publicidade

Codevasf participa de debate na Câmara dos Deputados sobre situação da bacia do São Francisco


Foto: Maria Hsu

O diretor da Área de Revitalização da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Inaldo Guerra, participou de audiência pública na Câmara dos Deputados para discutir a atual situação da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e as medidas de revitalização em andamento na região. O debate foi realizado pela Comissão Externa sobre a Situação da Crise Hídrica dos Municípios de Minas Gerais, em conjunto com a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

"A nossa missão é atuar de forma integrada no desenvolvimento das bacias hidrográficas, contribuindo para reduzir as desigualdades regionais. No que diz respeito à bacia do São Francisco, a Codevasf atua em 505 municípios, beneficiando mais de 18 milhões de pessoas", disse Inaldo Guerra, que representou o presidente da Codevasf, Avelino Neiva, e o Ministério da Integração Nacional como expositor na audiência pública.


Entre os resultados da Área de Revitalização da Codevasf apresentados, no período de 2007 a 2018, destacam-se a construção de 40.654 barraginhas e 7.753 quilômetros de terraços, a adequação de 321 quilômetros de estradas viciais e a proteção de 1.301 nascentes; além da conclusão de aproximadamente 100 sistemas de esgotamento sanitário na calha do rio São Francisco e da implantação de cerca de 40 sistemas de abastecimento de água em comunidades rurais difusas, localizadas até a 15 quilômetros de distância da calha do rio. Somente nessas ações, os investimentos aprovados do governo federal somam mais de R$ 2,3 bilhões.
Inaldo Guerra explicou que a Companhia promove a revitalização de bacias hidrográficas a partir de ações de recuperação, preservação e conservação. "Os investimentos da Codevasf na área de revitalização visam, principalmente, à recuperação de áreas degradadas e controle dos processos erosivos, à implantação de sistemas de esgotamento sanitário e de sistemas de abastecimento de água e ao apoio aos arranjos produtivos locais (APLs)", apontou o diretor, ressaltando que a Codevasf também realiza investimentos nas áreas de irrigação e infraestrutura.

Além de Inaldo Guerra, participaram como expositores da audiência pública Marcos Airton Freitas, representante da Agência Nacional de Águas (ANA); Silvia Freedman Durães, representante do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco; e Larissa Alves Rosa, coordenadora do Departamento de Revitalização de Bacias e Acesso à Água da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental, do Ministério do Meio Ambiente.

Mais informações: http://www.codevasf.gov.br

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf

Comentários

Publicidade