Publicidade

FIEPE destaca sustentabilidade e negócios durante seminário em Petrolina



O setor da energia limpa no mundo e as prováveis mudanças que deverão ser implementadas neste segmento pelo novo presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump foram os tópicos principais da palestra apresentada na noite desta terça-feira (22) em Petrolina – PE, pelo PhD, sociólogo e escritor Sérgio Abranches.

Falando para um público formado basicamente de profissionais da indústria, serviços e comércio, o sociólogo destacou que a energia renovável emprega hoje 8,1 milhões de pessoas no mundo. “A economia verde já é muito mais dinâmica do que a fóssil”, enfatizou o autor dos livros ‘Copenhague: Antes e Depois’ (2010), e ‘O Pelo Negro do Medo’ (2012), durante o Seminário Tendências de Negócios na Era da Sustentabilidade, promovido pela Federação das Indústrias de Pernambuco – FIEPE, através da Unidade Regional do Sertão do São Francisco - URSF e o Sebrae - PE.

Bastante à vontade com a plateia, Sérgio Abranches falou ainda da busca do equilíbrio possível entre o crescimento econômico e a sustentabilidade ambiental, detalhando estudos sobre o consumo, tributação, juros e previsões de mercado. “Progredir é mais que apenas crescer. É prosperar com qualidade e bem estar de forma sustentada no tempo e com qualidade”, filosofou.

Cases

Antes da palestra de Sérgio Abranches, o público pôde conferir cinco cases de sucesso apresentados por entidades da região. No primeiro momento, Joanna Calazans falou sobre o Programa SOS Aldeias Infantis, seguida de Ailton Guimarães que apresentou o case do SESI. Depois, o gerente de Garantia da Qualidade da Niagro Nicherei, Alisson Alencar mostrou o case ‘Sustentabilidade e Responsabilidades da Niagro Nichirei do Brasil Agrícola’.

O gerente geral do Banco do Nordeste, Humberto Diniz Júnior demonstrou os pontos principais do FNE Sol, uma linha de financiamento destinada a aquisição de sistemas de energia e o diretor presidente do grupo Sanvale, Rogério Ribeiro exibiu um vídeo com a proposta ‘Sustentabilidade’, destacando o trabalho desenvolvido há 25 anos nas áreas de gestão de resíduos, reaproveitamento de eletroeletrônicos, fertilizantes orgânicos e energias renováveis. Completando o quadro de participações, o economista chefe da FIEPE, Thobias Silva contextualizou os temas apresentados acrescentando dados atualizados sobre taxas de juros, desemprego, produção industrial e quadro fiscal.

De acordo com o diretor da Unidade Regional do Sertão do São Francisco da FIEPE, Albânio Nascimento, a repercussão do seminário foi muito positiva. “Em mais uma oportunidade, atraímos um bom público para atualizar temas importantes e reciclar conhecimentos. Os cases de sucesso refletiram os avanços das nossas iniciativas e a palestra de Sérgio Abranches completou a noite com informações valiosas para a indústria e diversos outros segmentos produtivos regionais”, concluiu.

CLAS Comunicação & Marketing

Comentários

Publicidade