Publicidade

Suspeitos de matar sargento da PM durante assalto são presos em Maceió

Sargento foi moto durante assalto em Santa Luzia do Norte (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Homens suspeitos de terem envolvimento no assassinato do sargento da Polícia Militar (PM) Dietmarx José da Silva, que foi baleado durante um assalto em Santa Luzia do Norte, região Metropolitana de Maceió e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), foram presos na manhã desta terça-feira (21), em Maceió.

Pelo menos três homens, que não tiveram a identidade revelada pela polícia, foram detidos no bairro do Benedito Bentes, durante uma operação da Polícia Civil.

O grupo foi levado para a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic).

O crime
O sargento foi baleado no dia 16 deste mês. Segundo a polícia, o militar estava em um restaurante quando foi abordado por assaltantes. Pelo menos três criminosos invadiram o estabelecimento por volta de 21h da quarta-feira (15) com o objetivo de roubar o veículo do sargento.



Os assaltantes chegaram até o local em um veículo Pálio, de cor prata, e anunciaram o roubo. Durante a abordagem, segundo a polícia, os criminosos viram a identidade da vítima e atiraram três vezes contra o 1º Sargento Dietmarx José da Silva. A polícia acredita que os criminosos identificaram que se tratava de um militar.

Após o crime, os assaltantes fugiram no carro do sargento, um Polo Sedan, de cor prata, e abandonaram o Pálio. A polícia constatou que o veículo Pálio estava com queixa de roubo.
O sargento foi socorrido pela ambulância municipal para o Hospital Geral do Estado (HGE), passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A assessoria da Polícia Militar confirmou a morte do sargento e disse que ele era integrante da banda de música da corporação e possuía conduta irrepreensível.

G1 AL

Comentários

Publicidade