sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Mulher que morreu ao receber descarga já havia levado dois choques


Gercica Bárbara da Trindade, de 30 anos, que morreu vítima de um choque elétrico, na quarta-feira (17), em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, já havia levado dois choques utilizando o mesmo carregador, 15 dias antes da morte dela.

A tia da vítima, Ana Maria Trindade, já tinha pedido para a sobrinha jogar o carregador do celular no lixo. "Ela conversou comigo e falou que tinha levado dois choques no mesmo carregador. Na hora eu falei pra ela jogar esse negócio [carregador] fora, porque isso era um aviso de Deus", falou.


Ana Maria conversou com a redação do G1 e informou que foi o namorado de Gercica que ligou para ela informando sobre a morte da sobrinha. Na hora, ela teve a certeza que tinha sido uma descarga elétrica. "Quando eu falei que tinha sido o carregador, ele confirmou", fala Ana Maria.

Ainda segundo a tia, toda família está sem acreditar no que aconteceu. "Eu não fui ao enterro da minha sobrinha, não consegui. Estamos sofrendo muito", expressou.

Entenda o caso

Gercica Bárbara da Trindade, morreu vítima de um choque elétrico na quarta-feira (17) em Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com a Polícia Militar, ela havia colocado o celular para carregar e recebeu uma descarga elétrica enquanto usava o aparelho. Ainda segundo a PM, os paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram até o local, mas a mulher já estava morta. O caso ocorreu no bairro São José.

Por G1 Caruaru


0 comentários:

Postar um comentário