Publicidade

Embaixada da Itália desmente Veja sobre fuga de Lula


Em nota, nesta sexta-feira (25), a Embaixada da Itália qualificou como “inverídicas” as informações da revista Veja dando conta de um suposto plano de fuga do ex-presidente Lula para a Itália, como asilado político.

A veja informou na edição deste final de semana que o "ex-presidente e aliados estudam requerer que país europeu o receba como perseguido político. Itália foi escolhida porque sua família tem dupla cidadania".

Alem da embaixada italiana no Brasil, àfrente o embaixador Raffaele Trombetta, o próprio ex-presidente Lula comentou o caso no perfil do Facebbok:

#‎VejaMicoInternacional

Não satisfeita em virar piada no Brasil, Veja resolveu passar vergonha em escala internacional. Fez uma reportagem de capa fantasiosa, para dizer o mínimo, e inventou que o ex-presidente Lula estaria planejando fugir para a Itália para evitar ser preso, com a ajuda da embaixada daquele país. Hoje (25), a embaixada italiana publicou nota desmentindo a revista. Mais um mico para a coleção da Veja.

Abaixo a nota da Embaixada da Itália (original aqui):

Em relação à matéria "O plano secreto" publicada na última edição da revista Veja, a Embaixada da Itália declara:

1. As informações referentes à Embaixada e às supostas conversas do Embaixador Raffaele Trombetta são inverídicas.

2.Relativamente ao evento no Palácio do Planalto, a pessoa destacada na fotografia e sentada em uma das primeiras fileiras não é o Embaixador Trombetta, como pode-se constatar facilmente. O EmbaixadorTrombetta estava sentado, junto a todos os demais embaixadores, no espaço reservado ao corpo diplomático.

3. Na conversa telefônica citada, foi dito ao jornalista que não se queria comentar fatos que, no que tange à Embaixada, eram e são totalmente inexistentes.

Blog do Magno

Comentários

Publicidade