Publicidade

OAB/Mulher vai oferecer atendimento jurídico em Garanhuns e Buíque‏


A OAB Subseccional Garanhuns, em parceria com a Secretaria da Mulher do município e a Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência de Gênero, formalizaram o projeto OAB/Mulher, que tem como objetivo assistir às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, através das advogadas que compõem o órgão, bem como acompanhar outras demandas jurídicas das detentas de Garanhuns que se encontram no presídio feminino de Buíque..

A solenidade de assinatura do convênio aconteceu na terça-feira (24), no auditório do Garanhuns Palace Hotel, e contou com a presença do Presidente da OAB Garanhuns, Dr. Paulo André Couto Soares, a Secretária da Mulher de Garanhuns, Eliane Simões Vilar, dentre outras autoridades. Na ocasião, foi apresentada a a palestra “Educar para nunca mais: As questões de gênero e direitos humanos”, conduzida pela mestra em Educação pela UFPE, Karinny Oliveira.

O evento contou com as presenças de advogadas, delegadas, representantes do poder público municipal, dentre convidados. O Major Hudson Moura representou o 9º BPM.

Em seu pronunciamento, Dr. Paulo Couto teceu diversos elogios à parceria que se iniciava, por vários motivos. Lembrou que trata-se de uma ação cidadã ao dispor de atendimento jurídico às mulheres vítimas de violência, assim como o resgate daquelas que estão na prisão, e que precisam de um acompanhamento processual efetivo. Além disso, a OAB/Mulher oportuniza inserção no mercado de trabalho de jovens advogados, principalmente as mulheres que estarão atuando junto à Secretaria.

Eliane Simões fez referências ao Dr. Paulo Couto, afirmando que este, que está deixando a presidência da OAB Garanhuns, ao final do ano, fecha com chave de ouro sua gestão, com uma ação de grande importância social. "Agradecemos à OAB por possibilitar este momento, mas sabemos que com o apoio de Dr. Paulo, não seria diferente. Poderemos oferecer atendimento jurídico e cidadania a tantas mulheres que nos procuram" - finalizou a gestora.

Ascom OAB Garanhuns com informações da SECOM Garanhuns

Comentários

Publicidade