Publicidade

Encerrada greve dos professores de Belém do São Francisco, PE

Reunião com o prefeito Gustavo Caribé (foto, em entrevista a Assis Ramalho) definiu as datas para o pagamento. A proposta aceita pelos professores foi de que o salário correspondente ao mês de novembro seja pago entre 30 de novembro e 10 de dezembro e que o correspondente ao mês de dezembro seja pago no mesmo mês, até o dia 31, incluindo o décimo terceiro.

Professores da rede municipal de Belém do São Francisco, no Sertão pernambucano, retornaram às atividades após fim da paralisação. os docentes entraram em acordo com a prefeitura sobre calendário de pagamento dos salários, principal reivindicação da classe. A greve, que começou no dia 4 de novembro, terminou na noite da quarta-feira (12).

A classe reivindicava que a administração municipal definisse uma data base para efetuar os pagamentos, além da garantia de recebimento do décimo terceiro salário. De acordo com o líder do movimento, professor Humberto Maciel, uma paralisaçãoacontceu em 28 de outubro, Dia do Servidor Público, mas a greve começou em 4 de novembro.

Segundo Maciel, uma reunião com o prefeito Gustavo Caribé  nesta quarta-feira definiu as datas para o pagamento. “A proposta aceita pelos professores foi de que o salário correspondente ao mês de novembro seja pago entre 30 de novembro e 10 de dezembro e que o correspondente ao mês de dezembro seja pago no mesmo mês, até o dia 31, incluindo o décimo terceiro”, explicou.

Ainda como parte do acordo, o calendário oficial de pagamento de 2015 será decidido em uma nova reunião no mês de fevereiro. No encontro da quarta-feira não foi debatida a situação dos outros funcionários da educação da cidade que também não receberam este mês.

Humberto estima que 99% dos professores da Zona Urbana do município apoiaram a greve, mas os da Zona Rural não paralisaram as atividades. Na manhã desta quinta-feira (13) já aconteceram aulas normais.

G1 Petrolina

Comentários

Publicidade