Publicidade

As Musas estão em festa para receber o Poeta

Aula-Espetáculo Nau em Petrolândia (Fotos: Lúcia Xavier)



As Musas estão em festa para receber o poeta, escritor, rubro-negro e dramaturgo paraibano-pernambucano Ariano Suassuna, que partiu no final da tarde desta quarta-feira, 23. Sua morte é uma perda a ser lamentada com pureza d'alma. Apaixonado por arte, futebol e política, Ariano faleceu encerrou sua participação especial neste plano, em plena atividade, após 87 anos intensamente vividos.

Na noite de 25 de maio de 2010, Ariano esteve em Petrolândia, na Casa de Shows Velho Chico, onde - sentado à sua escrivaninha, vestido de preto e vermelho, apresentou a Aula-Espetáculo Nau para uma seleta plateia de convidados, entre eles universitários.

Foi um espetáculo espetacular, com perdão do pleonasmo, e uma grande aula sobre nossas raízes culturais. Dentre as muitas 'tiradas' do mestre, lembramos sua reprovação ao calypso, como exemplo de gênero musical degenerado. Por ironia, no início de 2014 o Galo da Madrugada - o maior bloco de carnaval do planeta - homenageou Ariano e, entre as diversas atrações do desfile, estava a Banda Calypso.

Mestre, Ariano apresentou sua última Aula-Espetáculo, Tributo a Capiba, em Garanhuns na sexta-feira passada, dia 18, dentro da programação do Festival de Inverno (FIG 2014).

Participantes das próximas aulas-espetáculos, as Musas estão em festa. Aguardam ansiosamente o poeta assentar-se à rústica escrivaninha e contar histórias e estórias à grande plateia que o espera no reino dos imortais.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Arquivo de Lúcia Xavier

Comentários

Publicidade