sábado, 6 de outubro de 2018

Ciro diz que Bolsonaro "nunca administrou nem botequim dos pequenos"

Foto: Evilázio Bezerra/O POVO


O candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) fez declarações contra Jair Bolsonaro (PSL), em carreata realizada na manhã deste sábado, 6. O político continua acreditando na possibilidade de chegar ao segundo turno, apesar de ser o terceiro colocado das últimas pesquisas de intenção de voto. Ciro Gomes tem caminhada marcada em Sobral ainda neste sábado.

Ao ser questionado sobre estratégias em um possível segundo turno contra o candidato do PSL, Ciro afirmou que pretende “mostrar que Bolsonaro é despreparado, que nunca administrou nem um botequim dos pequenos”. Disse ainda que seu adversário “não tem humanidade, representa a segregação, o preconceito, a violência, tudo que é atrasado”.


Em entrevista à imprensa, o candidato se colocou como opção para salvar o Brasil do fascismo. “Temos 48 horas para achar o caminho para desarmar essa bomba e permitir que o Brasil se proteja do salto no abismo do fascismo produzido por um antipetismo que não entendeu nada do que é a realidade do País hoje”, disse.

Ele defendeu que o ódio gera violência e defendeu que sua principal proposta é focar no combate ao desemprego e na educação. Também afirmou contar com o apoio do Nordeste nas urnas. “Eu tenho que proteger meu povo. É daqui que eu venho”, declarou.

Com informações da repórter Sara Oliveira
Redação O POVO Online


0 comentários:

Postar um comentário