sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Arcoverde começa a receber água do Rio São Francisco pela Adutora do Moxotó

Adutora do Moxotó começou a beneficiar o município de Arcoverde — Foto: Assessoria/Divulgação

As águas da transposição do rio São Francisco chegaram em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, um dos 10 municípios beneficiados pela obra da Adutora do Moxotó.

A água está chegando em regime de pré-operação e, em breve, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deverá anunciar as melhorias no abastecimento de água do município.

Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a estação de tratamento de água de Arcoverde está recebendo 140 litros de água por segundo. “Essa fase de testes prosseguirá nos próximos 30 dias, até a regularização operacional do novo sistema”, explicou.

A Adutora do Moxotó foi interligada à Adutora do Agreste para dar funcionalidade ao empreendimento mesmo sem a construção do Ramal do Agreste. Espera-se que 400 mil moradores de Pernambuco sejam beneficiados.
A captação da água da transposição do rio São Francisco ocorre na Barragem do Moxotó, localizada no distrito de Rio da Barra, em Sertânia. O ponto de encontro das duas adutoras (Moxotó e Agreste) ocorre na Estação de Tratamento de Água de Arcoverde.

Desse ponto de junção, a água percorrerá 130 quilômetros, passando pelos municípios de Pesqueira, Venturosa, Pedra, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una, até chegar a São Caetano, no Agreste.

Por: G1 Caruaru


0 comentários:

Postar um comentário