sábado, 2 de junho de 2018

Lei Anticorrupção é Trabalho de Rodrigo Novaes

Por: Rodrigo Novaes

O sentimento comum de descrença nos poderes, nas instituições, e na classe política não surpreendem mais. De tudo que vi durante esta grave crise dos últimos dias, o que mais chama atenção é que o brasileiro está desacreditando de si.

Nas redes sociais e em conversas, as pessoas comparavam o comportamento dos brasileiros com o de povos de outros países que enfrentaram desastres.


Muitas críticas porque cidadãos aproveitaram a situação de caos para ganhar um dinheiro a mais. Parei pra pensar sobre isso.

Nada me faz imaginar que nosso povo não seja solidário. As pessoas mais pobres demonstram compaixão, ajudam. É traço marcante no brasileiro a alegria, espontaneidade, e também a solidariedade.

Mas por que se aproveita para vender gasolina mais caro, ou o gás? Porque tem gente vendendo até vaga em fila diante de um momento desse, quando todos deviam dar as mãos?

Penso que o povo brasileiro é inseguro, não confia nos serviços públicos, no futuro, de tanta coisa que já enfrentou. Sua história de exploração acabou forjando uma sociedade imediatista, consumista, materialista.

A vontade de se achar esperto, de ter vantagem, de sair ganhando e rir contando o “grande feito” parece estar entranhado no comportamento dos brasileiros.

Mas qual povo só tem virtudes? Com o tempo, com educação, com a construção de uma sociedade mais equilibrada, mais justa, imagino que isso deve desaparecer.

Fica a marca de um povo de bom coração, feliz, trabalhador. O brasileiro é o que nosso país tem de melhor. Vi muita gente fazendo piada nas filas para abastecer; vi gente fazendo festa, comemorando como um gol de futebol a chegada dos caminhões tanque nos postos; fazendo graça com sua própria “desgraça”. Essa coisa não existe em canto nenhum. E não é ruim! Mostra a resiliência, a força de nossa gente.

Mesmo com tantas dificuldades não perdemos a alegria, não se perde a esperança. Vamos todos nos orgulhar desse país. Estamos passando por isso para que possamos seguir mais firmes. Confio nos dias que virão.


Rodrigo Novaes
Deputado Estadual-PE


0 comentários:

Postar um comentário