domingo, 13 de maio de 2018

Deputado federal Rômulo Gouveia morre aos 53 anos em Campina Grande, PB

Deputado federal Rômulo Gouveia morreu aos 53 anos, em Campina Grande (Foto: Assessoria/Rômulo Gouveia/Divulgação)

Morreu, na madrugada deste domingo (13), o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD), em Campina Grande. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, ele teve um infarto fulminante.

Após uma semana hospitalizado, para tratar uma infecção urinária, ele recebeu alta na noite deste sábado (12). No entanto, ao sentir os sintomas do infar­to, o deputado foi socorrido para o hosp­ital Antônio Targino, mas não resistiu.

O velório do deputado federal acontece a partir das 12h deste domingo na Câmara Municipal de Campina Grande. À noite, o corpo segue para o Cemitério Campo Santo da Paz, em Campina Grande, onde segue sendo velado até às 16h desta segunda-feira (14), quando será sepultado. O velório será aberto ao público.

Rômulo foi vereador de Campina Grande, presidente da Câmara Municipal, deputado estadual e presidente da Assem­bleia Legislativa da Paraíba, além de vice-gover­nador da Paraíba e atualmente era o quar­to-secretário da Câm­ara Federal, tendo recebido a maior vota­ção para ocupar um cargo da Mesa Diretora na história do Con­gresso Nacional. Quem assume o mandato efetivo na Câmara é o deputado federal Marcondes Gadelha (PSC).

O deputado federal era filho de José Antônio de Gouveia e Beren­ice de Almeida Gouve­ia. Rômulo era casado com a pedagoga e ex-deputada estadual Eva Gouveia e deixa quatro filhos.

Rômulo Gouveia foi administrador, bachar­el em Direito e func­ionário público, foi presidente SAB (Soc­iedade de Amigos de Bairro) do Jardim Ta­vares em Campina Gra­nde e da UCES (União Campinense de Equip­es Sociais). Em 1989 foi convidado para ocupar o cargo de co­ordenador da Merenda Escolar da 3ª Região de Ensino em Campi­na Grande, depois, diretor regional da Companhia Estadual de Habitação Popular em 1991, até entrar na política em 1992 quando foi eleito ver­eador.

Governador da Paraíba e prefeitos anunciam luto oficial de três dias

O Governo do Estado da Paraíba lamentou o falecimento do deputado federal Rômulo Gouveia. O governador Ricardo Coutinho anunciou decreto de luto oficial de três dias em razão do falecimento do ex-vice-governador. "O falecimento de Rômulo Gouveia deixa uma imensa lacuna na política do Estado e enluta os cidadãos e cidadãs de Campina Grande e de toda Paraíba. Nossos sinceros sentimentos", escreveu em nota.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, também decretaram luto oficial de três dias pelo falecimento do deputado federal Rômulo Gouveia. Em nota, o gestor da capital ressaltou a trajetória do deputado, que “sabia como poucos unir trabalho e compromisso com as pessoas.

Romero Rodrigues disse estar perplexo com a morte prematura do parlamentar. "Registro que Rômulo, mais do que tudo, foi um amigo muito querido, com quem aprendi muito e que nunca me faltou, em todos os bons e maus momentos que compartilhamos”.

Políticos lamentam morte de Rômulo Gouveia

O presidente Michel Temer (MDB) publicou em uma rede social a tristeza sobre a morte prematura de Rômulo Gouveia. "Um parlamentar com experiência e espírito público notáveis. Outra qualidade, a capacidade de diálogo, fará muita falta nos dias atuais. Minhas condolências aos familiares e amigos", escreveu.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) foi um dos políticos que demonstraram tristeza e saudades após a morte de Rômulo Gouveia. Segundo Cássio, o deputado federal "tinha um coração imenso, transbordava generosidade e afetuosidade com todo mundo". Rômulo morre no dia das mães porque ele tinha um coração materno. É uma pena ter perdido ele tão cedo", lamenta.

Manoel Ludgério (PSD), deputado estadual, relembrou a carreira política de Rômulo, que desde a adolescência já mostrava proximidade com as questões política. "Crescemos juntos, participamos dos movimentos sociais de Campina Grande juntos, fomos vereadors juntos por dois mandados, fomos deputados estaduais juntos, uma vida inteira de muita irmandade. Eu perco um grande amigo e irmão", declarou. Manoel Ludgério falou com o deputado federal pela última vez na noite deste sábado, quando marcaram de tratar de alguns projetos neste domingo.

Para o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), Rômulo era um amigo, "acima de qualquer coisa amigo de todos, alguém que só conseguia viver em conjunto". O senador Raimundo Lira (PSD) também lamentou a partida precoce do deputado federal. Em nota, Lira destacou Rômulo como um dos melhores amigos de sua vida, "um exemplo de sucesso na sua luta interminável e insubstituível na bondade e na saudade”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), também se manifestou após a notícia da morte de Rômulo Gouveia. Escreveu em uma rede social que recebeu a notícia com muita tristeza e que se solidariza com a família.

Recebo com tristeza a informação do falecimento do nosso quarto-secretário, deputado Rômulo Gouveia. Meu colega nas últimas duas legislaturas, ele foi um parlamentar incansável na defesa do seu estado, a Paraíba. Minha solidariedade à família.

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) também se solidarizou com a morte do colega. "Rômulo é um dos políticos decentes, que realizava uma política honesta, ajudando principalmente àqueles que mais precisavam", escreveu em nota.

A Assembleia Legislativa da Paraíba também lamentou o falecimento de Rômulo Gouveia, neste domingo. O presidente Gervásio Maia (PSB) decretou luto oficial de três dias. “Em nossas lembranças ficarão os gestos, a gentileza, a atenção e a cordialidade dele. A morte de Rômulo Gouveia enluta a todos nós”, disse Gervásio.

Por G1 PB


0 comentários:

Postar um comentário