sábado, 3 de março de 2018

Gerente de banco, filha de 2 anos e mais 5 familiares são sequestrados


Suspeitos, que ainda não foram presos, teriam colocado explosivos no corpo da bancária; vítimas ficaram mais de 24 horas na mira dos bandidos (Foto ilustrativa)

Uma gerente do banco Cicob Cred Oeste, de 34 anos, a filha dela de 2 anos e mais outros cinco familiares dela foram sequestrados e ficaram mais de 24 horas na mira dos suspeitos na região Central de Minas Gerais. As vítimas foram abordadas na cidade de Paineiras e foram liberadas em Pompéu e Confins.

De acordo com a Polícia Militar (PM), na noite da última quinta-feira (1º), dois homens invadiram a casa da gerente, no centro da cidade, e renderam ela, a filha de dois anos e um casal de tios, dois idosos de 61 e 62 anos. O marido dela, de 39 anos, também se tornou refém, quando chegou à residência.

Os homens ainda foram à casa da mãe da bancária, colocaram ela na mira de um revólver e a encaminharam para a residência da filha. Um outro familiar de 62 anos também está entre as vítimas.


Dois veículos, um Corolla e um Siena (tinha queixa crime) foram usados para levar a família para um cativeiro em Pedro Leopoldo, também na região Central do Estado.

Nessa sexta-feira (2), os quatro suspeitos teriam colocado explosivos no corpo dela e ordenaram que ela fosse trabalhar, agisse normalmente e pegasse dinheiro das agências de Paineiras e da cidade de Biquinhas.

Ela recebia os direcionamentos por um celular. Depois de passar nas unidades bancárias, ela seguiu para Pompéu, onde teria repassado o dinheiro aos criminoso.

A PM não confirma se o roubo realmente aconteceu e nem quanto o grupo teria levado. Até o momento, ninguém foi preso.

O restante da família foi liberado em Confins. Ninguém ficou ferido.

O Tempo


0 comentários:

Postar um comentário