Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Vice-prefeito de Cabedelo (PB), Flávio Oliveira morre aos 57 anos


Morreu na madrugada deste domingo (15), o vice-prefeito do município de Cabedelo, Flávio Oliveira (PRP),aos 57 anos. A morte ocorreu por volta de 00h30, por causa de uma insuficiência cardiorrespiratória. Ele estava no Hospital da Unimed, em João Pessoa. O velório e o sepultamento vão acontecer no Parque das Acácias.

Apesar de ser vice-prefeito eleito, Flávio Oliveira estava afastado do cargo desde o dia 3 de abril, quando foi desencadeada pelo Ministério Público da Paraíba e pela Polícia Federal a operação Xeque-Mate. Flávio estava afastado, mas a ação resultou na prisão do prefeito da cidade Leto Viana (PRP), o presidente da Câmara de Cabedelo, Lúcio José (PRP), e a vice-presidente do poder, Jacqueline França (PRP), mulher de Leto.

Neste domingo a Prefeitura de Cabedelo emitiu uma nota lamentando a morte do vice-prefeiro. “Oriundo de família honrada e tradicional na cidade, Flávio era bacharel em Direito e estava afastado do atual cargo eletivo. Porém, é de conhecimento público, os relevantes serviços por ele prestados ao Município de Cabedelo nos diversos cargos que já ocupou na cidade”, diz nota.
Ainda na nota, o prefeito em exercício da cidade de Cabedelo, Vítor Hugo, decretou luto oficial de três dias em decorrência da morte. “Desejo, ainda, que Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, lhes dê o conforto neste momento tão doloroso”, disse o gestor.

Flávio de Oliveira nasceu em 12 de maio de 1961. Filho de Francisco de Oliveira e Maria das Graças Carneiro de Oliveira, é graduado em Negócios Imobiliários pelo IFPB e Bacharel em Direito pela Asper. Foi Vereador por três mandatos, durante o período de 1988 a 2000. Na Prefeitura de Cabedelo, já ocupou o cargo de secretário municipal de Transporte, Serviços Urbanos e Turismo.

Por G1 PB

Comentários

Publicidade