terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Operação resulta na prisão de 7 pessoas e recupera carga de R$ 4 milhões em Alagoas

Caminhões apreendidos, que estavam sendo utilizados para o transbordo da mercadoria
Equipamento apreendido utilizado para bloquear sinais telefônicos e de satélite

Uma operação realizada pela Polícia Civil durante a madrugada desta segunda-feira (19), resultou na prisão de 7 pessoas e na recuperação de uma carga avaliada em mais de R$ 4 milhões. Além disso, dois reféns foram resgatados e três veículos e dois caminhões foram apreendidos. Eles eram utilizados pela quadrilha para cometer os crimes. 

De acordo com a delegada Maria Angelita, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), a ação se deu após um trabalho de investigação exaustivo que durou mais de quatro meses, onde a equipe fez um trabalho de monitoramento das principais rotas e locais em que essa quadrilha atuava.

"No momento em que verificamos que os criminosos estavam agindo e que os caminhões roubados estavam sendo levados para dentro das canas, acionamos toda a equipe e fizemos a abordagem", contou a delegada.


Segundo os policiais, dois caminhões carregados de medicamentos foram abordados nas imediações da cidade de São Miguel dos Campos pela quadrilha no domingo (18), por volta das 16 horas, e levados para um local de difícil acesso, localizado no município de Roteiro, onde estavam realizando o transbordo da carga.

Em depoimento, o motorista de um dos caminhões, de 44 anos, relatou que os criminosos fizeram a abordagem no momento em que ele estava chegando em um posto de combustíveis.

"Eles estavam armados e foi muito rápido. Pediram para eu ir em direção a cidade de Pilar, onde paramos, e, sob muitas ameaças, mandaram que eu informasse à seguradora que iria fazer outra parada", detalhou o motorista.

O motorista, que saiu de São Paulo com destino a Pernambuco, contou ainda que os criminosos mantiveram ele e o outro motorista, do segundo caminhão, como reféns no mesmo local onde eles estavam transferindo a carga para outros veículos.

"Os policiais civis chegaram rapidamente no loca,l anunciando que era a Polícia e mandando que todos deitassem no chão, teve uma troca de tiros, informamos que éramos reféns e, graças a Deus e ao trabalho desses guerreiros, estamos vivos," falou emocionado um dos reféns.

A delegada disse ainda que parte da quadrilha conseguiu se evadir pelo canavial, mas a carga foi recuperada e os carros utilizados para dar apoio a ação criminosa - um Fiat Bravo, uma Hilux e um Fox, além de dois caminhões utilizados para o transbordo da carga roubada foram apreendidos.

Os policiais também encontraram um aparelho chamado "jammer" utilizado pelos criminosos para bloquear o sinal de telefones celulares e impedir que o sinal dos caminhões chegue até o satélite das empresas de segurança que monitoram o veiculo.

"Como esse aparelho tem a função de bloquear a frequência da emissão do rastreador com a central, o caminhão deixa de ser rastreado podendo mudar de rota e ser ocultado", relatou o chefe de operações da DRFVC.

Os sete presos foram encaminhados para a sede da DRFVC e autuados pelo crime de receptação. A delegada Angelita disse também que a investigação continua com o objetivo de prender os outros criminosos.

Gazeta Web


0 comentários:

Postar um comentário