Publicidade />

Vasco pagará R$ 300 mil a cada jogador em premiação por fuga do rebaixamento

Em busca do milagre

Faltando apenas quatro jogos para o término do Campeonato Brasileiro, o Vasco ainda tem chance de evitar a degola e, por conta disso, a diretoria decidiu dar um ânimo financeiro a mais aos atletas para melhorar a produtividade.

O zagueiro Rodrigo, principal líder do elenco, foi avisado pelo departamento de futebol que empresários ligados ao presidente Eurico Miranda conseguiram R$ 300 mil para cada jogador caso o time cruz-maltino garanta a permanência na elite do futebol nacional nesta reta final.

O vice-presidente de futebol, José Luís Moreira, conversou com o defensor sobre o assunto, mas ninguém na Colina está autorizado a dar entrevistas sobre o tema. O vice-presidente geral, Fernando Horta, costurou o acordo com os empresários, que inclusive estão ajudando na administração de Eurico Miranda. Pelo acerto, porém, apenas os jogadores que forem utilizados nos jogos restantes vão receber a premiação.

O pagamento de bicho se tornou uma das apostas da atual diretoria. Antes da partida contra o Palmeiras, ficou acertado que a vitória teria um preço de R$ 40 mil para quem começasse jogando e de R$ 20 mil para quem entrasse no decorrer do confronto. A medida deu certo e o time vascaíno venceu por 2 a 0.

Vale lembrar que o Vasco vem conseguindo manter em dia o pagamento do salário dos seus jogadores. A medida é tratada como uma prioridade em São Januário, uma vez que todos têm em mente o rebaixamento do Botafogo no ano passado que, para muitos, deveu-se principalmente ao fato de os atletas estarem enfrentando problemas financeiros e não estarem concentrados apenas nas partidas.

O Vasco precisa ganhar pelo menos três dos próximos quatro jogos para conseguir escapar do rebaixamento, mas a tarefa está longe de ser das mais tranquilas. Isso porque na quinta-feira da próxima semana, às 22h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), o time recebe o Corinthians, líder da competição, pela 35ª rodada. A partida se tornou ainda mais complicada porque o time do Parque São Jorge pode garantir matematicamente a taça neste duelo.

Além do Corinthians, o Vasco vai medir forças com o Joinville, no interior de Santa Catarina, com o Santos, no Rio de Janeiro, e fecha a sua participação no Paraná, onde provavelmente terá um choque direto com o Coritiba.

Para a partida contra o Corinthians, o técnico Jorginho só deverá definir a formação que vai a campo na próxima semana. O volante Bruno Gallo, que cumpriu suspensão diante do Palmeiras, deverá reaparecer no posto de Serginho, que ficaria como opção no banco de reservas. Nesta sexta-feira os jogadores voltam a trabalhar na parte da tarde.

Por Redação com ESPN

Comentários

Publicidade