quinta-feira, 16 de julho de 2015

Frases do dia 16/07/2015: Coletânea IHU Online


Vem mais por aí

“O ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), tem dito aos raros interlocutores em quem confia que está impressionado com o processo da Lava Jato. As informações seriam, nas palavras dele, volumosas e muito bem documentadas” – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

Pau de galinheiro

“Sempre discreto e de temperamento sereno, Zavascki chegou a afirmar a outros magistrados que, na Lava Jato, sempre que os investigadores "puxam uma pena, vem uma galinha" – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

Tranquilo

“Pelas informações que circulam entre advogados que atuam na Lava Jato, o depoimento do delator Júlio Camargo que comprometeria o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seria "devastador". As informações continuam sob sigilo. Antonio Fernando, advogado do parlamentar, diz que está tranquilo e que os elementos disponíveis no inquérito, até agora, não "trazem preocupação" – Mônica Bergamo, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

Gregos...

“A divergência entre Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento) sobre o grau do freio de mão na economia rendeu apelidos aos ministros” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

e troianos

“Enquanto o primeiro é chamado de Joaquim Merkel, em alusão à ortodoxa chanceler alemã, o segundo leva a alcunha de Nelson Tsipras, em referência ao primeiro-ministro grego que lutou contra um arrocho fiscal imposto pela Europa” – Natuza Nery, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

Impeachment

“Nada republicano um encontro entre o presidente da Câmara e um ministro do Supremo para tratar de impeachment” – Henrique Fontana, deputado federal – PT-RS, sobre o encontro de Eduardo Cunha e Gilmar Mendes em que abordaram a saída de Dilma Rousseff – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

A barbárie é aqui

“A aprovação, por 43 senadores, da internação por 10 anos de meninos de 12 anos, se dados como autores de crimes hediondos, é ela própria hedionda” - Janio de Freitas, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

Boko Haram

“Condenar meninos de 12 anos a 10 anos de prisão é uma barbaridade cujo sentido arremeda o Estado Islâmico e o Boko Haram” - Janio de Freitas, jornalista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

Para collorir

“E o Collor podia lançar um livro para collorir: só de carrões” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 16-07-2015.

No mais

“Nenhum senador aparteou ou levou ao plenário um cartaz com a frase “Je suis Collor”. Mas o discurso do ex-presidente, ontem, xingando o procurador-geral Rodrigo Janot, teve o apoio da maioria do Senado. A turma pensa assim: “Primeiro é Collor; depois, pode ser eu.” – Ancelmo Gois, jornalista – O Globo, 15-07-2015.

Fonte: IHU Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário