quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Petrolândia: "O Rio São Francisco é Nosso", por Tony Xavier, o poeta do povo


Tony Xavier. o poeta do povo (Foto: Tony Xavier/Blog Petrolândia em Foco)

Veja o que os poderosos tão querendo
Nos causar uma grande agonia,
Já não basta a aposentadoria,
E da classe humilde esquecendo.
Antes de aposentar estão morrendo,
E o rio, quer tirar da nossa gente;
Mas a população está presente
E lançou um enorme desafio,
Ninguém pode vender o nosso rio,
Ele nasceu pra nós eternamente.

Já não bastam usinas sem medidas
Acabando com grandes tradições,
Provocando enormes confusões,
Já estamos ficando sem saídas
Mas a população está unida,
E a batalha irá seguir em frente;
E não vai ser assim tão de repente
Vamos longe com esse desafio,
Ninguém pode vender o nosso rio,
Ele nasceu pra nós eternamente.

Vejam só que ideia sem noção
Pondo a vida do ribeirinho em risco
Pra vender nosso Rio São Francisco
E acabar com a grande tradição;
De ter água aqui nesse sertão
Pra colher as melhores das sementes;
E fazer todo o povo ir em frente,
Com coragem, com garra e com brio,
Ninguém pode vender o nosso rio,
Ele nasceu pra nós eternamente


Se alguém tem dinheiro pra gastar
Seja ele empresários ou doutores,
Que invistam em nossos professores,
Pra fazer o nosso país andar,
Ao invés de quererem acabar
Com a fonte de renda dessa gente.
Que precisam plantar suas sementes
Pra colher e transportar de navio,
Ninguém pode vender o nosso rio,
Ele nasceu pra nós eternamente.

Se o dinheiro de todos tá sobrando
Pra comprar a nascente preciosa,
E a turma de cima é poderosa,
Mas a classe de baixo tá penando.
A comida no prato tá faltando,
São pessoas sofridas, descontentes.
Mas vocês como sempre estão ausentes
E que tal pensar nesse desafio,
Ninguém pode vender o nosso rio,
Ele nasceu pra nós eternamente.

"O Rio São Francisco é Nosso"
Poema de Tony Xavier, o poeta do povo
Blog Petrolândia em foco


0 comentários:

Postar um comentário