segunda-feira, 7 de agosto de 2017

"MEI: para começar bem": Planejar é a chave para negócio lucrativo


Na maior parte das vezes, os negócios não vão adiante por falta de planejamento, gestão ineficiente e falta de prática empreendedora. A afirmação é da advogada e consultora do Sebrae, Cláudia Gouveia. Segundo ela, muitas empresas surgem em períodos de crise sem o devido preparo e terminam fechando em pouco tempo por conta dessa mesma crise, pois não tiveram um planejamento adequado.

A consultora foi a palestrante do evento "MEI: para começar bem", realizado pelo Expresso Empreendedor, órgão da Secretaria de Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (Sempetq), na última quarta-feira (2). O encontro acontece no auditório da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe) e é destinado às pessoas que planejam abrir um negócio cadastrando-se como Microempreendedores Individuais (MEI).


Entre os participantes do último evento estavam os amigos de infância e futuros sócios, Wendersson da Silva, de 23 anos, e Wanerson Santos, de 25, que foram demitidos do restaurante onde trabalhavam. "Sabemos que conseguir emprego não está nada fácil, por isso pegamos a nossa rescisão e começamos a pensar em uma alternativa", conta Wendersson.

Atuando como sushiman no antigo emprego, de imediato imaginaram um empreendimento referente a culinária japonesa. Entre as alternativas avaliadas estão um restaurante aberto para amigos e clientes ou um serviço de delivery. "Ainda não decidimos porque estamos fazendo o levantamento sobre que tipo de enquadramento empresarial (MEI, Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte) será mais adequado. Para obter essas e outras informações é que eles participaram da palestra realizada na Jucepe.

O próximo evento voltado para os Microempreendedores Individuais será nesta quarta-feira, 9, das 9h às 11h. Os interessados podem se inscrever na Junta Comercial (Rua Imperial, 1600) ou antecipadamente pelo telefone (81) 3182-2800. Para fazer a inscrição, são necessários apenas o CPF e dados pessoais do participante.

Jucepe


0 comentários:

Postar um comentário