segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Humberto diz que esvaziamento da Hemobrás é uma afronta a Pernambuco

Foto: Assessoria de Comunicação Humberto Costa

Em audiência pública sobre o esvaziamento da fábrica da Hemobras em Pernambuco, o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT), fez duras críticas à tentativa do Ministério da Saúde de levar parte da produção da Hemobras para o Estado Paraná, reduto eleitoral do comandante da pasta, Ricardo Barros (PMDB).

“Estamos diante de uma afronta ao nosso Estado. Uma afronta que o ministro faz com uma desfaçatez que poucas vezes vi na minha vida”, disse. E completou: “Eu não quero fazer comparações rasteiras, não, de deputado que se vendeu, que ganhou bilhões, mas tem dinheiro para tantas coisas no orçamento da União, imagina para uma coisa tão importante como essa. Por isso, não consigo entender, a não ser por um pensamento mesquinho, uma razão política esse esvaziamento da Hemobras”.

Humberto também cobrou uma ação dos ministros pernambucanos e do governo do Estado sobre o tema. ”O Governo do Estado é coproprietário da Hemobras e não pode permitir o esvaziamento da instituição e agir como se não tivesse nada com isso”, defendeu.

O senador também reforçou a necessidade de uma unidade “suprapartidária” em favor da fábrica no Estado. “Pernambuco sempre se caracterizou por não ter medo de enfrentamento”, concluiu. A audiência pública foi proposta pela vereadora Priscila Krause (DEM) e reuniu lideranças políticas, representantes do ministério da Saúde e funcionários da empresa.

Assessoria de Comunicação Senador Humberto Costa


0 comentários:

Postar um comentário